10 úteis dicas para a criação de cursos online

Em Udemy compartiharam uma dezena de recomendações para criar um curso online em sua plataforma, uma das melhores e mais importantes no setor de educação online que se destaca por incluir tanto cursos gratuitos como cursos pagos e onde qualquer pessoa pode participar. Os conselhos servem de uma forma geral para poder aproveitá-los, inclusive, através de outras plataformas, por exemplo, nas Universidades que dão seus primeiros passos nesse campo:

cursos universidad valenciaImagen: Cursos Online da Universidade Politécnica de Valencia

1. Ensinar algo que goste muito

Embora o dinheiro possa ser um fator primordial na seleção da temática a ensinar, é bem mais provável que possa obter maiores benefícios fazendo algo que realmente goste de fazer. Claro que existem benefícios mais importantes que os financeiros, por exemplo, a saúde (física e social) e a satisfação de enriquecer outras mentes compartilhando esse desejo pela matéria ensinada.

2. A qualidade é mais importante que a pressa

Embora o tempo seja bastante importante pois é um recurso limitado, não pode sobrepor-se à qualidade do ensino onde está em jogo o conhecimento. Assim, se deve ser consciente que é preciso algum sacrifício (além de recursos técnicos mínimos como o espaço onde se gravará o áudio, a iluminação e os elementos digitais) para conseguir um curso de qualidade, que atraia e que ao mesmo tempo eduque.

3. Planeje muito bem suas aulas, os temas que explorará

Antes de começar a desenvolver o conteúdo de cada sessão é necessário ter muito clara a estrutura geral do curso: revisar os temas a serem tratados e ir organizando segundo as prioridades prescindindo do material irrelevante ou que se pode deixar para consulta, manter uma maior organização e a integração entre os temas (com ajuda dos índices de livros relacionados), definir um tempo médio para não exceder-se ou deixar vários espaços vazios entre certos temas, etc.

4. Google Drive e outros aplicativos na nuvem são muito úteis

A vantagem dos aplicativos online é que podem contar com apps para diferentes dispositivos, o que permite trabalhar sem problema, sem importar quais dos tais dispositivos está sendo usado (móvel, tablet, PC) e inclusive independentemente do sistema operacional. Google Drive pode ser bastante útil para ir organizando o plano de aula, Evernote pode permitir gerenciar o conteúdo multimídia do curso, Dropbox para contar com os videos em qualquer momento, etc.

5. Imprescindível que os videos contem com bom áudio

Um espaço sem ruído e um microfone de qualidade, além da correta vocalização nas gravações, podem definir o número de estudantes inscritos no curso. É simples, o tempo que o estudante gasta se incomodando para traduzir e filtrar a voz do professor dentro de tanto ruido, pode ser aproveitado para dedicar exclusivamente a trabalhar na aprendizagem.

6. Supere o medo de falar publicamente através da prática

Uma representação do pânico do palco presente nos cursos online é o temor e nervosismo que a muitos pode causar o fato de falar em frente á uma câmera, isso sem mencionar as interrupções que podem acontecer enquanto se está gravando. Pois bem, a recomendação é conhecer muito bem o tema do que será falado a tal punto de esquecer de tudo a sua volta, deixar-se levar para que o tema e sua explicação fluam muito bem.

7. Revise várias vezes antes de publicar

Antes de enviar o material à plataforma de cursos, tal qual antes de publicar um documento escrito, é sempre muito bom revisá-lo várias vezes e pedir que outras pessoas próximas deem uma olhada para solucionar possíveis erros antes que seja tarde.

8. A edição do vídeo pode levar bastante tempo

Detalhes tão simples como mudar o tamanho ou a resolução do vídeo por valores permitidos na plataforma, podem demorar bastante inclusive em computadores de alto desempenho. Agora que foram incluídos também balões de texto, flechas, links, imagens, capturas de tela, outros vídeos, etc., a coisa se complica. Para evitar inconvenientes, na parte de planejamento, não custa nada dedicar um tempo maior ao processo de edição.

9. Seu curso não é o único disponível na rede

No artigo de Udemy se referem ao tema como “não colocar limites muito altos” em temas como os lucros ou a quantidade de público que participará do curso desde o primeiro dia. Claro, se o curso conta com uma qualidade que apaga o brilho da concorrência, se obterão tais resultados, porém, sempre é bom ter no balanço o positivismo excessivo e a realidade.

10. Ter em conta a ajuda de outros experts

Os criadores das plataformas como Udemy, podem ter blogs e espaços para compartilhar suas úteis recomendações, e atender as dúvidas dos que estão iniciando ou simplesmente queiram melhorar sua experiência no ensino online. Também é bom ter em conta a maneira de trabalhar de outros educadores e os comentários de quem participa dos cursos.