Exitround – espaço comercial onde start-ups sejam colocadas à venda de forma anônima para serem adquiridas

Exitround

Se diariamente seguimos as publicações tecnológicas, principalmente aquelas focadas nos movimentos das start-ups, muitas vezes encontraremos aquisições de umas companhias por outras, conhecendo em alguns casos os detalhes dos acordos, embora em outros não.

Claro, isso só ocorre com determinadas start-ups que estabeleceram os canais adequados para que investidores e outras companhias pudessem acessá-las. Embora nem todas tenham a mesma sorte, para isso, nascendo Exitround, com o objetivo de que seus projetos encontrem potenciais compradores. Se trata basicamente de um espaço comercial onde start-ups com necessidades de financiamento se ponham a disposição de forma anônima, para que possam encontrar potenciais compradores.

Por trás desse projeto se encontra Jacob Mullins, fundador e CEO, se tratando de um projeto paralelo a seu atual trabalho, em Shasta. O modo de funcionamento é o seguinte: qualquer empreendedor irá à página de Exitround, onde preencherá um pequeno aplicativo indicando os detalhes básicos da equipe e do que estão buscando. Exitround examinará todos os aplicativos para se assegurar de que haja só equipes de grande qualidade. No caso de ser aprovada, serão pedidos dados e será mostrada de forma anônima aos potenciais compradores. Se um deles manifestar interesse, a start-up decidirá se quer ou não uma introdução. Em caso positivo, Exitround os põe em contato para que continue as negociações. Exitround ganhará dinheiro em caso de aquisição, cobrando uma cota entre 10.000 dólares e 20.000 dólares por acordo.

Segundo seu fundador, gostaria de incorporar novas características que façam com que os potenciais compradores possam filtrar suas opções baseadas nas características desejadas.

Link: Exitround | Via: TC