Como Playspace iOS chegou ao Top 3

Playspace é uma empresa espanhola de jogos sociais e casuais multiplayer para Espanha e América Latina. Atualmente opera no Facebook e na espanhola Tuenti, com quem mantém um acordo de exclusividade e notoriedade como provedor de jogos multiplayer para os jogadores da rede. Playspace já conta com 4.407.901 usuários, mais de 100.000 usuários ativos diários e mais de 5.000.000 visitas mensais entre Facebook, Tuenti e iOS para seus jogos Dominó, Luno, Bingo, etc. Em meados de dezembro de dezembro de 2012 lançou a versão iOS de seu jogo Parchís (e mais tarde as versões iOS para Ludo e Chinchón) com muito sucesso.

parchis

Como chegaram lá:

1. OBJETIVO/FOCO: Se posicionar e se manter no Top 10 das Free Apps da Appstore

Playspace lançava seu jogo mais popular na versão iOS. Seu objetivo era claro, se posicionar no Top 10 das Free Apps da Appstore. Juan Serna, Head of User Acquisition de Playspace sabia que para posicionar a App de Parchís nesta categoria da Appstore deveria bolar uma estratégia de marketing centrada em fomentar o máximo número de downloads diários da App competindo ao mesmo tempo com o número de downloads do resto de aplicativos da mesma categoria (Free Apps).

2. ESTRATÉGIA: Qualidade, Reputação positiva e Viralidade


Para alcançar um grande número de downloads e se destacar entre as demais Apps, era imprescindível alcançar uma grande viralidade de sua Parchís. Para isso, seguindo uma estratégia de comunicação e RR.PP, Playspace anunciou o lançamento da versão iOS de sua Parchís nas redes sociais, blogs e meios de comunicação verticais. Seguidamente, pondo em andamento uma campanha publicitária no Facebook e informando seus atuais jogadores através de um mailing em forma de newsletter e uma campanha display com banners e vídeo-banners dentro de sua plataforma Web. Além disso, Playspace apostou em outros fatores chave que lhe permitiram escalar posições e o mais importante, se manter nas primeiras posições do ranking durante mais tempo:

a) A qualidade do aplicativo: Tendo em conta que Apple ajuda e reconhece as Apps que considera de qualidade, a equipe se voltou a lançar uma primeira versão muito limpa, tanto a nível de design como de tecnologia, o que lhe permitiu se destacar em posições preferenciais dentro da Appstore, posições que não se comercializam porém sem dúvida, geram muitos downloads sem custo.

b) As resenhas e críticas: A avaliação dos usuários e seus comentários sobre a App é também um fator chave para alcançar e manter a posição do Top Ranking. Segundo Juan Serna, “se pode estimar que uma má avaliação valha por 10 boas e no caso da AppStore não se tem a oportunidade de réplica”. Com este dado em mente, a equipe de Playspace solicitou avaliações com um aplicativo já terminado sem bugs de usabilidade.

c) A viralidade de sua App: Seguros de ter uma App preparada e conhecendo de primeira mão o poder da viralidade, Playspace desenvolveu uma série de funcionalidades para recomendar, convidar amigos e recomendar o bom uso do aplicativo, sem ter que sair dele.

d) O timing: Uma das lições que Playspace aprendeu é que todos os esforços deviam se centrar em um mesmo período de tempo que fosse adequado. A App de Parchís foi lançado justo uma semana antes de que a Appstore ficou parada durante o período natalino. Desta forma, ao alcançar os Top rankings da Apsstore durante sua primeira semana, a App se manteve muito bem posicionada durante todo o feriado de Natal até o início de Janeiro sem nenhum custo adicional.

e) Redes de investimento: Além do resto das táticas “gratuitas”, Juan Serna reconhece que “se quisermos alcançar o TOP rapidamente o certo é gerenciarmos uma campanha através de 1 ou 2 redes publicitárias dependendo do mercado e os objetivos.” Seguindo seu conselho, Playspace também utilizou os chamados “App discovery” ou “Smart boosters”, para promover e destacar novos jogos entre as mais de 700.000 Apps que existem entre iOS e Android, pagando um custo fixo por dia ou um custo por download. Um dos serviços de promoção de Apps mais utilizados e conhecidos é Appgratisque recentemente foi eliminado da Appstore por violar a cláusula 2.25 das “App Review Guidelines”. Passado esse tempo e depois de iniciar a campanha de posicionamento e manutenção da atividade durante os seguintes 10-15 dias, Playspace recomenda controlar as ações e otimizar o investimento baseado nas necessidades de cada App baixando ou subindo a pressão diariamente.

3. RESULTADOS

O resultado da estratégia de cross-platform, marketing viral e social aplicada para o lançamento da versão iOS de Parchís, gerou mais de 28K downloads nas primeira semana e posicionou a App entre as 10 primeiras no ranking de Jogos Grátis e entre as 5 primeiras de Jogos de Mesa e Jogos de Dados. Graças a este bom posicionamento o Parchís continua gerando downloads sem custo, em Março foram 22K e se mantém entre as 50 primeiras no ranking de Jogos Grátis.

No momento conta com 20K DAUs (Daily Active Users), mais de 1.524 comentários entre Iphone e Ipad e uma média de 4 estrelas de avaliação.

casos de éxito

4. CONCLUSÃO E ALGUMAS NOTAS RELEVANTES

O móvel está ganhando terreno das versões Web. No caso de Playspace, a monetização é duas a três vezes maior que na Web, e a retenção melhora até uns 20% assim como o engajamento, concentrando-se a partir de IPAD. Segundo Juan Serna, “Temos notado como muita gente que nunca havia experimentado nosso jogo tem se “entusiasmado” ao descobri-lo desde a AppStore e também temos visto como gente que jogava na web, agora joga mais graças à possibilidade de poder jogar de qualquer lugar.”

Apesar de que 95% dos downloads realizados durante o lançamento foram sem custo para Playspace, ao tratar-se de uma empresa que já havia gerado um grande número de usuários em sua plataforma Web na Espanha, a fase de manutenção no ranking tem precisado de um investimento para conseguir downloads pagos em todo o mundo.

Por este motivo, a escolha do mercado na hora de lançar uma App também merece especial atenção: enquanto que a Espanha é um país mais maduro, na América Latina a penetração dos smartphones não alcança 20% o que resulta, no momento, muito menos custo por falta de concorrência. Por exemplo, uma campanha na Venezuela poderia supor um investimento de $5.000 divididos em $2.500 para posicionar a App no TOP 10 (1 dia) e $2.500 para sua manutenção posterior. Este investimento nos reportaria umas 5.000 downloads de pagamento + 5.000 downloads orgânicos sem custo ao longo dos dias posteriores de alcançar o TOP. Jampp, Mobaloo, Trademob, TapJoy ou Flurry são exemplos de redes de aquisição que podem nos ajudar a alcançar nossos objetivos.

São muitos os estudos que Playspace têm levado a cabo para conhecer o número de downloads aproximados necessários para alcançar o TOP 10 e TOP 25 de “Free Apps” e o custo por download para cada mercado.

Se quiser ter uma referência do número de downloads que teria que se fazer em um dia para se situar no TOP ranking, tenha em conta esses dados que Playspace nos facilitou:

• Espanha – Top 10: 5.000; Top 25: 2.500
• Argentina – Top 10: 1.800; Top 25: 600
• Brasil – Top 10: 6.500; Top 25: 3.000
• México – Top 10: 4.500; Top 25: 1.500
• Chile – Top 10: 2.400; Top 25: 800
• Colômbia – Top 10: 2.700; Top 25: 900
• Venezuela – Top 10: 2.400; Top 25: 800
• Perú – Top 10: 1.800; Top 25: 600
• Equador – Top 10: 1.800; Top 25: 600

Texto escrito desde PlaySpace para WWWhatsnew.com