Linkedin quer ser um jornal e compra o leitor de notícias Pulse

90 milhões de dólares gastou o Linkedin comprando o popular peitor de notícias Pulse, aplicativo usado por 30 milhões de pessoas no mundo todo e que, segundo garantem, continuará existindo depois da compra..

O comentam no blog de Linkedin, onde confirmam que compraram a tecnologia e a equipe de professionais, que começara a trabalhar junto com o Linkedin para aproveitar o know-how de um sistema de notícias personalizado para cada usuário.

Estamos muito felizes por trabalhar perto com a equipe de Pulse para criar novas formas de ajudar aos profissionais a contribuir e aproveitar os conhecimentos compartilhados, para ajudar a ser melhores no seu trabalho.

O objetivo é que em Linkedin aproveitem a tecnologia para, imaginamos, personalizar a linha de tempo de cada usuário segundo seus próprios interesses (um tema que o linkedin nunca trabalhou como deveria.

Vejam agora a apresentação da adquisição: