O que é uma página web, um site web, um blog, e porque seu negócio deveria tê-los?

Embora hoje muita gente já entenda muito bem do assunto, até por dedicar muitas horas à navegar pela rede, há quem ainda, talvez até por falta de tempo, não seja tão informado o suficiente para entender todas as vantagens que a web tem para oferecer.

A esse último grupo dedicamos esse artigo, onde falaremos sobre alguns conceitos básicos sobre o funcionamento das páginas web, os sites web e os blogs, as úteis relações que têm estes com o setor dos negócios e outros temas de interesse para começar a pensar em criar seu próprio site.

O que é uma página web?

Imagina um clássico documento de texto feito com Microsoft Word porém que além de texto e imagens permita incluir fundos, vídeos, formulários, links, animações, jogos, fotografias em seu tamanho original, mapas, comentários, música, etc. Agora, que tal se esse documento estivesse disponível para todo o mundo e seu acesso fosse facilitado apenas por um buscador como Google.com? Isso é uma página web, um documento com infinitas possibilidades de edição ao qual qualquer um pode se conectar desde seu navegador da Internet (Internet Explorer, Google Chrome, Mozilla Firefox, Safari, etc.) semente teclando um par de palavras e clicando desde os resultados do Google.

pagina web navegador

As páginas web são feitas através de código com um idioma especializado e mundialmente reconhecido chamado HTML, o qual permite controlar cada um dos items multimídia acima mencionados, desde a distribuição dos elementos dentro da página, as cores, o tipo de letra e o tamanho de cada seção, até cada uma das funções da página (botões e etc). A grande tarefa do navegador é ler esse código, executá-lo e apresentá-lo de uma agradável forma gráfica.

O que é um site?

É um conjunto de páginas web com uma determinada estrutura que torna possível uma fácil navegação entre elas. No caso de um site para um negócio, se pode ter uma página com os dados de contato (incluindo um mapa), uma página com fotos das instalações e os empregados, uma página com um vídeo promocional da marca, uma página para cada um dos produtos e serviços oferecidos e, finalmente, uma página principal como índice para chegar com poucos clics a cada uma das anteriores. Só é um exemplo, as possibilidades são infinitas.

O que é um blog?

É um site que é atualizado periodicamente com novos artigos como se fosse um jornal ou uma revista física, cada artigo em uma nova página e com uma ordem cronológica de fácil identificação que permita chegar a cada um facilmente. A maioria dos blogs das grandes empresas são utilizados para publicar promoções, notas de imprensa, mudanças no negócio, resultados, concursos, etc. Algo interessante dos blogs é que é possível assiná-los facilmente para receber notificações por exemplo através de correio eletrônico, sendo super util para ter clientes conectados e informados diariamente.

seo-adsense-03

Porque seu negócio deveria tê-los?

Independente do tamanho do negócio os benefícios de se ter um site e um blog são muito claros, como mostra, uma dezena de razões:

Qualquer um pode tê-los:
Se sabe fazer um documento em Word já é possível entender e lidar com as páginas, sites e blogs. O tamanho da empresa não é algo tão relevante pois os recursos técnicos necessários para mantê-los se adaptam às condições de cada usuário, e podemos contar com inúmeras ferramentas ou até mesmo pessoas que fazem muito bem esse serviço.

Novos clientes, novos mercados objetivos:
E claro que as vantagens são muitas, pois a web derruba muitas barreiras, começando pelas geográficas, desaparecem. Muitos potenciais clientes que nem sequer ouviram falar de sua marca, agora poderão virar clientes de seu negócio. Restará escolher as melhores estratégias para aproveitar ao máximo esses novos clientes e mercados objetivos.

Melhores relações com os clientes e trabalhadores:
A ventagem de estar na web é que a ferramentas de comunicação se multiplicam e estreitam as relações com os clientes, criando uma certa confiança e segurança. Se pode aproveitar o site também para dispor de um espaço privado para que os empregados, de forma anônima, compartilhem seus comentários sobre o negócio incentivando assim a confiança interna.

Crescimento da marca através de recomendações:
Nada melhor que uma recomendação de um cliente satisfeito, e nada melhor que um site que fomente as boas recomendações através de uma boa atenção em todo o processo de transação, desde o momento em que se escuta falar da marca até o cliente receber e avaliar o serviço recebido.

Catálogos disponíveis inclusive a nível internacional:
Dá um pouco mais de trabalho, porém, se for possível colocar à disposição do público o catálogo completo de produtos e serviços a modo de loja virtual, combinado com uma confiável plataforma de pagamentos online o processo de pedidos nunca terá sido mais fácil.

Dados de contato mais fáceis de encontrar:
Umas boas fotos, um mapa de Google Maps, alguns telefones de contato e um e-mail formam a combinação perfeita para atrair os clientes, solução muito mais eficaz que sair distribuindo folders a torto e a direita, pois até com seus telefones poderão chegar ao seu negócio.

Informação disponível para usuários externos, por exemplo, investidores e patrocinadores:
Uma chamativa apresentação, além de referências com uma ampla e fiel clientela, podem ser a chave para conseguir investidores. O mesmo para o caso das possíveis ofertas de novos provedores que podem se guiar pela credibilidade de um elegante e reconhecido site.

Eficiência e economia:
Canais como os do atendimento ao cliente podem ser otimizados, e sem gastar muito. Em geral, menores custos e melhor serviço, eficiência e economia até para os clientes pois já não será preciso viajar até as instalações do negócio para entrar em contato.

Mostrar que se está na vanguarda:
Tentar passar uma mensagem como : “um negócio de visão, que se adapta ao mercado atual e as novas tecnologias.”

Promover também é muito fácil e barato:
Com uma clara estratégia de promoção nas redes sociais caracterizada por um bom trato aos seguidores e compartilhando sempre conteúdo de qualidade, é de esperar que a página ganhe bastante importância. Também pode se optar por sistemas de publicidade online (ver mais abaixo) como o do Google.

Porque sua empresa NÃO deveria tê-los?

“Não basta criar um site para achar que já fará sucesso de um dia para outro” pois como é muito fácil criá-los, a concorrência pode ser muito forte, a sugestão é, se pretende aumentar seu sucesso através de seu site, deve se dedicar imensamente, colocar seu coração, esforço, vontade, interesse,  tempo, tolerância, talvez até algum dinheiro (é importante, porém não o mais importante), etc., do contrário para que gastar recursos que bem poderiam ser utilizados em outros investimentos.

Outros conceitos importantes para se levar em conta:

CMS: São ferramentas que permitem criar sites web e blogs em questão de minutos, muitas vezes de forma gratuita. Me atrevo a dizer que é a melhor alternativa para quem apenas está começando, porém, se quer algo útil e de qualidade, existem muitas opções no mercado.

Nome de domínio: Não é mais que o nome que identifica ao site de sua empresa. Como há milhares de sites e não pode haver nomes repetidos pois o nome de domínio é um identificador de destino único, como a direção de sua casa, podem haver alternativas de terminações: .com, .net, .org, .co, .es e dezenas mais. Estes nomes se alugam por anos a um preço que ronda os 10 dólares, embora haja exceções. Por exemplo, domínios como autos.com ou seguros.com com palavras gerais que todo o mundo buscaria em vez de marcas específicas, podem chegar a valer dezenas de milhares de dólares.

Hospedagem (hosting): De novo, uma página não é mais que uma pasta de arquivos a qual pode ser acessada do navegador, logo é bom ter um equipamento com consideráveis especificações de capacidade de armazenamento e de transferência de dados para receber milhares de pedidos de usuários de diferentes regiões do mundo e a qualquer hora do dia. Há empresas especializadas que emprestam estes equipamentos em forma de serviços de “hospedagem” (hosting, traduzido ao inglês). Há opções gratuitas porém, são um pouco limitadas, e as de pagamento iniciam aproximadamente em 7 dólares mensais segundo sua capacidade (e podem ser contratados também por vários anos). No caso de WWWhat’snew, RedCoruna.com é a empresa a encarregada da hospedagem.

Publicidade online: Alguns sites, especialmente os blogs assim como os jornais e revistas físicas, podem buscar rentabilidade prestando determinados espaços físicos no design de suas páginas para que outras companhias possam oferecer seus produtos e serviços em forma de anúncios gráficos (imagens, logos, vídeos, links a promoções, etc.). Há intermediários entre os anunciantes e quem dispõe de tais espaços de publicidade, logo só é preciso entrar em contato. A soluão mais popular na rede é Google AdWords (o melhor é fazer contato por telefone).

marketing digital: Se a razão social de sua empresa é vender e/ou comprar produtos e serviços, não deve ser alheio ao termo do marketing como a seleção de estratégias a utilizar para chegar a um maior número de clientes, de forma eficiente e com um alto nível de satisfação. Com os sites são muitas as coisas que mudam, pois as relações são diferentes, assim que o melhor é se documentar antes de se lançar.

SEO: A ordem em que são organizados os resultados nos buscadores (Google.com, Yahoo.com, Bing.com) não é ao azar, depende de certos fatores como a qualidade do site web, o desenho, a ortografia, a popularidade nas redes sociais, o número de visitas, as interações com os clientes e os links desde outros sites. Tais fatores podem ser otimizados com cuidado e tempo (talvez com dinheiro, porém, não é obrigatório), e esse processo se conhece como o Search Engine Optimization(SEO), conhecido em português como otimização para motores de busca.