Stanford, Harvard e MIT trabalharão juntos em uma ferramenta de código aberto para criar MOOCS

edx

Se a febre dos MOOCS já era grande, a partir de junho poderá ser ainda maior, já que qualquer universidade poderá oferecer seus cursos massivos online usando uma plataforma de código aberto desenvolvido pela Universidade de Stanford e edX, o provedor de MOOCS sem fins lucrativos criado pela Universidade de Harvard e o Instituto Tecnológico de Massachusetts.

Comentam em chronicle.com que se trata de um projeto que permitirá integrar o projeto de código aberto Class2Go, no qual trabalha Stanford, com edX, de MIT e de Harvard, de forma que antigos rivais poderão unir suas ideias para criar uma única plataforma.

Stanford não tem planos de ter EDX como sócio, e não vai oferecer cursos através de EDX, apostará por esta nova plataforma e seguirá oferecendo alguns cursos através de Coursera (lembrando que Coursera foi fundada por dois professores de Stanford).

John Mitchell, vice-reitora de aprendizagem online em Stanford, disse em uma conferência de imprensa que o objetivo era criar o “Linux de aprendizagem online”, deixando claro que também apostam forte nessa ideia.

A medida poderia causar problemas para as universidades que já haviam começado com Class2Go, embora já afirmaram que, ainda não terão atualizações, esta plataforma continuará existindo. Serão implementadas, isso sim, ferramentas que ajudem a mover o conteúdo de Class2Go à nova plataforma.

No ano passado, Google anunciou Course Builder, sistema de código aberto para MOOCs, o que quer dizer que não faltarão opções.