Grooveshark se associa à Sony para oferecer sua música de forma legal

grooveshark

Não são poucos os problemas que vem sofrendo Grooveshark no mundo dos direitos autorais. Qualquer usuário pode enviar arquivos de áudio para compartilhá-los com o resto da comunidade, tal como fazemos no Youtube com os vídeos, e em Grooveshark asseguram que eliminam o conteúdo quando recebem um aviso de violação de direitos autorais (usuários subindo material protegido, o que é bem comum neste site), embora perece que o ritmo de violações deste tipo é muito superior ao da eliminação da música protegida.

Agora, informam em TorrentFreak que muitos dos processos acumulados entre a Sony e Grooveshark podem ser cancelados graças a um acordo segundo o qual Grooveshark tem permissão para distribuir a música deste selo, uma grande notícia para todos os que usam sua enorme base de dados para poder escutar canções sem pagar nada por isso.

É o segundo acordo em menos de quatro semanas, já que há pouco se associou com a EMI Music Publishing, o segundo maior, com uma quota de mercado de 20% em 2012 (Sony é o maior, com 30% no mesmo ano).

Ainda assim, Grooveshark continua sofrendo o bloqueio de seu IP em alguns países, assim como por sua eliminação em alguns algoritmos dos buscadores. Não se sabe quanto Grooveshark teve que pagar a Sony ou a EMI para poder oferecer seus títulos de forma gratuita, o que está claro é que se fizeram é porque o modelo de negócio oferece um bom resultado no final do mês, e isso é o que pode fazer com que Grooveshark possa competir de igual a igual com grandes monstros da música nesta categoria, como Spotify, rdio, deezer e companhia.

Se quiser mais informações visite o blog de Grooveshark.