O que é e como funciona o Google AdSense

Você alguma vez já se perguntou como faço para ganhar dinheiro com blogs ou sites na web?, Porque não me cobram para ler o conteúdo de jornais digitais pela internet da mesma forma que uma revista física?, Porque colocam anúncios nos vídeos do YouTube?, Porque ao buscar informação no Google sobre o último Samsung ou Nokia lançado me aparecem automaticamente espaços de publicidade relacionada a compra e venda de celulares? Pois bem, depois de explicarmos o que é e como funciona o Google Analytics, agora chegou a vez de falarmos sobre o Google AdSense, o segundo pilar do Google e a resposta a todas as perguntas acima.

google adsense ficticio

Exemplo fictício de boletim diário

O que é Google AdSense

Os blogs, os sites de notícias, quem cria vídeo no YouTube, desenvolve apps e distribue seu conteúdo via web, ganham dinheiro graças aos blocos de publicidade e links publicitários em volta de seu conteúdo. Uma das opções publicitárias mais rentáveis em publicidade na Internet é Google AdSense, inclusive melhor que contratar diretamente os anunciantes. Pode identificar se um anúncio é publicado por Google AdSense pondo o cursor na parte direita d anúncio, usualmente aparece um letreiro que diz Anúncios Google, AdChoices ou DoubleClick.

Para entender como funciona é melhor dar um exemplo: tenho um blog no qual escreevo recomendações sobre artigos esportivos e roupas para fazer exercício. Pois bem, imagine junto ao meu conteúdo aparecerem anúncios da Adidas, Umbro ou Nike de tal forma que os leitores se interessarão e poderão ir diretamente às páginas dessas marcas para conseguir os produtos? Assim eu receberei uma porcentagem por cada clic -inclusive se o usuário não comprar- por cada visualização, as marcas conseguem vendas e o usuário pode acessar as ofertas relacionadas ao que necessita (não como na velha web com anúncios de viagra em todos os lugares), todos ganham!

anuncios zapatos

Esse é o negócio de AdSense e em geral o negócio de Google, o que lhe faz tão rentável. Google AdSense e o intermediário entre os anunciantes (marcas publicitárias) que necessitam espaços em sites web para mostrar suas ofertas, e quem publica conteúdo (bloggers, videobloggers, criadores de apps) que dispõem desses espaços em seus blogs, vídeos, apps e sites web. A magia está em que tudo acontece de forma automática e com algoritmos de seguimento que aproveitam alguns dados de navegação do usuário para assim lhe mostrar só o conteúdo publicitário mais relacionado ao que busca (se busca sapatos, serão mostrados anúncios de sapatos; se busca conteúdo sobre móveis, anúncios de móveis; etc.). Por isso é tão rentável, porque são anúncios personalizados.

Integração com Google Analytics e Google AdWords

integracion adsense
Enfim, se quer rentabilizar seu conteúdo pode se valer de Google AdSense. Agora, se você é um anunciante e busca esses espaços, por exemplo, que suas ofertas de fraudas apareçam em um blog sobre maternidade, deve usar Google AdWords (aconselho a contactá-los por telefone), o irmão de Google AdSense que está estreitamente relacionado à este já que se encarrega de lhe facilitar a rede de display, isso é, o conjunto de sites disponíveis para mostrar esses anúncios. E não podemos deixar atrás Google Analytics que permite levar estatísticas avançadas e cuja conta se integra com apenas uns clics às contas de AdSense e AdWords.

AdSense, AdWords e Analytics, essa é a trindade googleriana, que faz com que Google seja uma das companhias mais rentáveis do mundo, a que permite que muitas marcas possam aumentar sua popularidade (clientes potenciais) e muitos mais possam obter ingressos ao rentabilizar seus conteúdos. Por certo, com o exemplo das fraldas aproveito para ressaltar que Google AdSense e Google AdWords, além de Google Analytics, são serviços para negócios tão grandes como Coca-Cola ou ainda pequenos como a loja da esquina, e para sites web com dezenas de milhões de visitas ou um blog em crescimento com duas centenas de impressões por dia, todo o mundo pode aproveitar tais serviços sem importar o tamanho de seu site ou negócio.

Como se integra Google AdSense em um site web

O que são os blocos de publicidade:
adsense blogspot anuncio
Os blocos de publicidade são os espaços que como criadores de conteúdos e donos de sites web temos para oferecer a Google AdSense que por sua vez os cederá aos anúncios das marcas publicitárias com as melhores ofertas em um processo de leilão automático que acontece em milésimos de segundo, com a suficiente qualidade para garantir rentabilidade para ambas as partes, para o anunciante e o dono do site web. Este último decide o quanto de espaço de seu site quer prestar para cada bloco de anúncios, se quer que sejam mostrados anúncios de texto e anúncios gráficos simultaneamente (o mais recomendado) ou se prefere que se mostre só texto ou só gráficos.

Como se integram os blocos de publicidade:
De novo, a magia disso é que Google AdSense é que faz automaticamente. O que deve fazer para integrar um bloco é criar um fragmento de código no site web de AdSense, e esse código logo será inserido em seu site na podição que preferir, copiando e pegando diretamente tal código no código fonte do site web ou simplesmente com ajuda de um plugin ou um widget dos que permitem sistemas de gestão de conteúdo (CMS) como WordPress, Blogger, Joomla, Drupal e similares.

seo-adsense-03

Pode integrar até três blocos por página, cada um com o tamanho que preferir, embora os mais populares sejam 336×250 px, 728×90, 300×250, 320×50 (para móveis), 160×600 e 728×15 (um bloco de links). O recomendado é colocá-los em volta do conteúdo, quanto mais acima melhor, porém, sem abusar a ponto de querer o conteúdo original por blocos de anúncios, a menos que se queira violar as políticas do AdSense, ver suspendida a conta no serviço e afujentar os visitantes com tanta publicidade. Enfim, depois de integrar o código em seu site web, começarão a ser mostrados os anúncios personalizados de manera automática para cada visitante ao site.

CTR, CPC, RPM, critérios de seguimento e registros de lucros

São índices e registros gerais que permitem conhecer os lucros obtidos (que vai do dia, ao dia anterior, por mês, etc.) junto ao comportamento e rendimento dos anúncios. Há índices básicos de fácil interpretação porém, tão importantes como para fundamentar decisões a respeito da disposição dos anúncios com o fim de aumentar os lucros. A recomendação é revisar, avaliar, pensar, realizar testes e ver como mudam estes índices. Tudo isso se vê desde o painel de AdSense porém, para uma gestão mais avançada podem ser integrados os boletins da conta do Google Analytics. Vale ressaltar que os lucros estão diretamente relacionadas à temática do site web, é mais provável que receba mais lucros um site que fale de economia e seguros que um site de jogos. Assim mesmo a concorrência também tem um papel fundamental.

CTR: A porcentagem de clics obtidos. Se diz que é 3%, significa que de cada 100 visitas, 3 pessoas clicaram. A idéia é otimizá-lo para que aumente, por exemplo, provando diferentes posições de anúncios e avaliando as mudanças durante uns dias. Varia especialmente segundo a temática, não é comparável 15% de CTR em um site de jogos (onde as crianças e visitantes clicam aos montes) a um site de finanças ou de compras com um 2% a 5%.

CPC: Relacionado ao anterior porque assinala quanto a média gerada de ingressos por cada clic. Depende especialmente das ofertas dos anunciantes pois alguns pagam melhor que outros e da quantidade de conversões (compras realizadas por parte dos usuários ou simplesmente clics para visualizar as ofertas), porém, o melhor para otimizá-lo é tratar de oferecer sempre o melhor conteúdo (original, extenso, de alta qualidade, etc.); já o sistema de leilão de AdSense lhe dará maior relevância para que os melhores anunciantes disputem os espaços no site web aumentando assim, a demanda e os ingressos para o criador do conteúdo.

RPM: Lucros aproximados por cada mil impressões. É uma multiplicação que relaciona o CPC e o CTR, e estima os lucros conseguidos por cada mil impressões independentemente de se ter cem ou um milhão de visitas por dia. Como depende das outras variáveis, se otimiza como resultado da otimização delas, com conteúdo original e de alta qualidade.

Boletins de rendimento, critérios de seguimento: Pode avaliar em conjunto os índices de todos os anúncios ou muito melhor, ver o CTR, CPC e RPM de cada anúncio (para saber qual é o mais eficiente, o mais chamativo, o mais rentável, etc.) e visualizar os seguimentos avançados que através de filtros permitem avaliar quais são as URLs do site web que geram mais lucros, de que país vêm, qual plataforma é a preferida, qual rede publicitária é a que mais prospera, etc. Há boletins predeterminados porém, pode também realizar testes com critérios personalizados.

Como se cria uma conta em Google AdSense

google adsense proceso
Criar uma conta é totalmente gratuito e fácil de realizar, porém, há muitas restrições porque é algo bastante sério. Sim, pode se registrar rapidamente, ter sua conta e começar a publicar anúncios, porém, deve passar por vários passos de verificação começando por revisar que seu site é apto para mostrar anúncios e usando todos seus dados reais (incluindo um endereço físico), enviar um PIN à porta de sua casa que deve ingressar para demonstrar que é uma pessoa real maior de 18 anos (se for menor, pode consultar seus pais para que a conta fique no nome de um deles).

Pagamentos de AdSense, opções e limitações

O PIN é enviado assim que conseguir ao menos 10 dólares em lucros, não importa o tempo que demore em consegui-los. Em seguida vem o processo de pagamentos que é onde deve indicar seus dados de faturamento e o método pelo qual prefere receber seu dinheiro: cheques, transferência bancária ou depósito bancario (realizado através de Western Union). Só receberá pagamento depois de completar ao menos 100 dólares embora o melhor é ler a explicação completa no fórum de AdSense.

Quando o saldo de ingressos finais alcançar o limite de pagamento, lhe enviaremos um pagamento no final do siguinte mês. Este limite varia segundo a moeda do boletim de sua conta.

Suponhamos, por exemplo, que o limite de pagamento de sua conta seja de 100 USD. Nesse caso, se os ingressos pendentes finais alcançarem os 100 USD em dinheiro, e tiver passado pelos quatro passos anteriores, emitiremos o pagamento no final de fevereiro.

Se o total dos ingressos pendentes finais não alcança o limite de pagamento, estes são somados ao so seguinte mes, até que se alcance o limite.

No que diz respeito à moeda usada, depende de cada país, porém, geralmente, são euros e dólares que são utilizados por Google AdSense para realizar os pagamentos. Óbvio, o método usado para os pagamentos dependerá da devida conversão à moeda local. A regulamentação de impostos é definida por cada país na hora que entra o dinheiro, porém, geralmente, ao menos na Colômbia e outros países Latinoamericanos, por hora só são aplicados alguns impostos por remessas pelo mesmo desconhecimento das entidades do governo e bancárias, o que não acontece em países como USA com mais seguimentos e mais conhecimento sobre a Internet.

Políticas do Google AdSense

adsense

Há uma boa quantidade de regras e restrições que vale revisar antes de querer ganhar dinheiro com AdSense. Todas se encontram nas Políticas do programa AdSense, entre elas, uma das mais importantes é que não pode clicar em seus próprios anúncios, nem pode pedir que familiares, amigos ou visitantes cliquem, estes serão tidos como inválidos e no pior dos casos, pode fazer com que sua conta seja encerrada e não receba nem um centavo.

Nem mesmo pode modificar o código dos anúncios ou por títulos nos blocos para incentivar clics falsos: “nos ajude”, “clique para apoiar o site”, etc. É que a magia e a rentabilidade está no processo ser natural, que sejam clicados os anúncios e que se accesse as ofertas dos anunciantes de forma consciente, assim, a ideia é permitir esse processo natural sem importar se no início não tiver grandes lucros, trabalhando constantemente para publicar conteúdo de alta qualidade, se pode chegar a grandes somas.

Google AdSense pode ser usado de forma simultânea com outras redes de publicidade embora, independente disso sempre seja importante contar com uma política de privacidade no site web que informe aos usuários que seus datos (em forma de cookies) estão sendo usados para mostrar anúncios personalizados.

Sites proibidos

Vale ressaltar que alguns sites não são permitidos por AdSense porque violam suas políticas: sites que compartilham material protegido com direitos de autor (downloads ilegais), sites de apostas, sites com conteúdo para adultos (não só pornografia, até os de conselhos sexuais e imagens sugestivas estão na “lista negra”), com promoção de drogas, bebidas alcoólicas e cigarro (embora tenha algumas exceções), sites que utilizam sem permissão as marcas de Google, sites com conteúdo violento, com conteúdo relacionados com armas ou que afetem a determinadas populações (discriminações, xenofobia, bullying, etc.) e muitos mais. Por certo, esta semana inicia uma série de hangouts em espanhol (pode se inscrever aqui) para tirar dúvidas sobre as Políticas de AdSense e temas relacionados como direitos de autor, implementação de anúncios e conteúdo para adultos.

Mais informação

Este é o negócio mais importante de Google e sua grande aposta, assim, sempre haverá gente real (não robots) de Google disposta a ajudar através de comunicações telefônicas, via email, com publicações oficiais em seus blogs, com fóruns de ajuda, com material multimídia em sua Academia de AdSense, com eventos, com hangouts no Google+, etc. E nem falar do conteúdo de terceiros na rede (vídeos no YouTube, posts, guias, etc.) que tal qual este artigo promovem esta ferramenta que pode ser de utilidade para muitos como uma importante fonte de ingressos.