Facebook redesenha Messenger para se converter em um aplicativo de mensagem móvel especializado

O mundo da mensagem móvel está cada vez mais interessante, e agora mais ainda, com a atualização do aplicativo Hangout do Google, o qual incorpora suporte para compartilhar a localização, integração de mensagens SMS e suporte para as imagens GIF, pouco antes também o Facebook anunciou que está realizando testes em seu renovado aplicativo de mensagens com um pequeno grupo de usuários de terminais Android, um renovado aplicativo que pretende se converter em um aplicativo de mensagens especializadas ao estilo WhatsApp, Kik Messenger ou similares, se livrando do conceito de mensagens do Facebook que até agora vigorava.

Messenger

O que o Facebook busca com seu novo Messenger, nome que poderia provocar confusão com outros programas de mensagens, já que não se chama Facebook Messenger, é oferecer um aplicativo muito mais rápido e confiável, mais distante do conceito de serviço de mensagens que vinha oferecendo, trazendo consigo melhorias na interface para facilitar a navegação e o acesso às conversas. Este aplicativo chegará ao restante dos usuários, tanto para a plataforma Android como iOS, nas próximas semanas.

Os usuários conhecerão em sua lista de contatos os outros usuários que também estejam usando o mesmo aplicativo através de um ícone, o que permitirá enviar mensagens na hora. Os contatos que não fizerem parte de sua lista de amigos do Facebook, com seus números de telefone, também poderão receber mensagens na hora. Neste sentido, os usuários deverão confirmar seus números de telefone, usando este dado como sistema de identificação, como outros programas de mensagens como o próprio WhatsApp. Facebook garante o envio de mensagens aos contatos dos quais se disponha de seus números de telefones.

Casualmente, dentro das melhorias que traz o novo aplicativo de mensagens, onde especialmente funciona mais rápido em Android, se elimina o suporte para o envio de mensagens SMS, ao contrário que em Hangout.

Apenas temos que esperar para testar o novo aplicativo, onde podemos ver que a concorrência entre serviços de mensagens móveis está mais acirrada que nunca.