Google, pensando em construir o assistente pessoal definitivo

buscar_google

Segundo TC foi anunciado durante o evento parisiense LeWeb, pelo diretor de engenharia do Google, Scott Huffman, um novo rumo para Google Search nos próximos meses.

Partindo da ideia de que nossas expectativas no que diz respeito ao funcionamento correto de um motor de busca vem mudando rapidamente, ficando cada vez mais antiquada a mecânica dos “dez links azuis” que aparecem na primeira página, Google pretende mudar o chip de seu Search e oferecer uma ferramenta mais parecida com um assistente pessoal. Huffman explicou que a próxima geração se baseará, exclusivamente, em tornar nossas tarefas diárias ainda mais simples e rápidas.

Foi comentado durante a conferência que um meio para integrar Google Search pode vir a ser perfeitamente o dispositivo, até sem dispor de tela: nos quais simplesmente interagimos mediante uma conversa, utilizando, nestes casos, somente microfones e alto-falantes cujo reconhecimento funcione através de um “ok Google”.

No momento, o princípio desta ideia existe com o Google reconhecendo uns 38 idiomas e mais de 18 bilhões de feitos e como eles se conectam entre eles, o que potencialmente são os que farão parte do Google do futuro: um assistente proativo e que conheça nossos hábitos, costumes e gostos pessoais a fim de oferecer uma informação mais direta possível.