Google bloqueará extensões que não estejam na Chrome Store

Chrome

Google chamou a atenção dos desenvolvedores de extensões de Chrome através do perfil de Google Chrome Developers, em Google+, advirtindo-lhes de “mudanças significativas em como instalar as extensões” no que diz respeito a versão 33 de Chrome para Windows. Além disso, para ter mais informação sobre estas mudanças, os encaminham para a seção de perguntas frequentes (FAQ) onde terão toda a informação que precisam.

O que sugerem nesta seção FAQ? Pois é, simplesmente, com a ideia de proteger os usuários de Windows de extensões maliciosas, realizam uma série de mudanças que começarão em Chrome 33 beta e os canais estáveis para Windows, de maneira que os usuários poderão instalar extensões através de Chrome Web Store, excetuando as instalações via políticas de empresa ou no modo desenvolvedor. As extensões previamente instaladas, mas que não estejam hospedadas na Chrome Web Store, serão completamente desativadas, sem poder ativá-las de novo, a exceção uma vez mais daquelas instaladas via políticas da empresa ou no modo desenvolvedor.

Assim, supre os desenvolvedores de extensões que, se não a tiverem hospedadas na Chrome Web Store, deverão enviá-las o mais rápido possível, afetando unicamente os usuários dos canais beta e estável para Windows a partir de Chrome 33, não afetando os usuários que usam o canal de desenvolvedor ou outros sistemas operacionais em relação a este sistema, embora existam outras novidades indicadas.