Sony vende Vaio e demite 5000 trabalhadores

sshot-90-350x282Depois de vários rumores relacionados com a venda de Vaio, se confirma a operação. As perdas de 2013 foram suficientes para acelerar a decisão de vender a divisão a um fundo de investimento japonês e demitir 5.000 trabalhadores da empresa.

Sony não vai mais trabalhar em produtos para computadores pessoais, uma categoria que, desde o nascimento dos tablets, foram sofrendo várias crises ano após ano. Agora se concentrarão na produção de tablets e móveis, jogos e na criação de uma filial para vender televisores, seção que, segundo comentam, precisa ser reestruturada completamente. Decisões necessárias para evitar amortecer a perda de mais de 1 bilhão de dólares que podem ter ao concluir o ano financeiro, dentro de um mês (já são mais de dois anos consecutivos acumulando perdas).

A nova proprietária de VAIO, Japan Industrial Partners, quer vender os produtos no Japão, contratando uns 300 trabalhadores da Sony, um número muito inferior aos 5000 que sairão da empresa em julho (dos quais 1.500 são japoneses).

Em sony.net explicam os detalhes, onde especificam os passos que serão dados para recuperar a economia da empresa:

Quanto às empresas de venda de eletrônicos, Sony planeja identificar as categorias de produtos focados para cada país ou região específica, racionalizar as funções de apoio, e de forma proativa implementar medidas de externalização e outras, com o objetivo de conseguir uma redução total de custos de aproximadamente 20% até 2016.