Criador de Minecraft cancela a versão para Oculus Rift

Enquanto o Facebook anunciava à imprensa a aquisição dos óculos de realidade virtual Oculus Rift, por trás, fechava um acordo no qual adquiria a empresa Oculus VR por 2.000 milhõs de dólares (400 milhões em efetivo e 23,1 milhões em ações do Facebook).

Pouco depois o criador de Minecraft, Markus Persson, anunciava o cancelamento da versão do jogo para Oculus VR. Tal qual declarou no Twitter, “estávamos falando sobre trazer uma versão de Minecraft à Oculus… porém, acabo de cancelar o acordo. Facebook me assusta“.

Embora existam algumas versões não-oficiais de Minecraft para Oculus Rift, porém, nenhuma tem o suporte da marca. Em seu blog pessoal, Markus Persson dava mais alguns detalhes sobre o porquê não quer trabalhar com o Facebook:

Facebook não é uma empresa de entusiastas da tecnologia, nem uma empresa de tecnologia de vídeo-games. Sua história está centrada em aumentar números de usuários e só isso. Já desenvolvemos jogos para o Facebook anteriormente, e funcionou bem, porém, acabaram em uma posição complicada quando o Facebook mudou a plataforma para se centrar em uma experiência mais social.

Não me entenda mal, VR não é ruim para funcionar de forma social. De fato, acredito que o componente social poderia ser até uma das aplicações mais geniais da realidade virtual. […] Porém, eu não quero trabalhar com o social, quero trabalhar com jogos.