Nokia passará agora a se chamar Microsoft Mobile

Nokia

Devido ao atraso das autoridades reguladoras na hora de aprovar à aquisição da Nokia por parte da Microsoft, não foi fechado acordo durante o último trimestre, como estava previsto, o que acontecerá na próxima sexta-feira, 25 de abril. A aquisição deve ter saído por um total de 7.400 milhões de dólares para Microsoft, e as condições da venda sofreram algumas mudanças, como mostram em Arstechnica. Além disso, no prazo máximo de um ano, tanto o site da Nokia como seus perfis sociais passarão para as mãos da Microsoft para sua gestão.

Segundo ainda a fonte, originalmente, os empregados do escritório Principal de Tecnologia da Nokia ficarão na Nokia, agora, 21 deles, que trabalham nos telefones móveis na China, passarão para a Microsoft. Nokia também irá conservar a fábrica que possui na Coreia do sul, em vez de passar para as mãos da Microsoft. Neste sentido, a Microsoft não declarou os motivos pelo qual não deseja adquirir estas instalações.

Por último, através de uma carta enviada aos provedores da Nokia, se obteve mais informações sobre a compra: a divisão de dispositivos e serviços da Nokia passará a ser uma nova empresa chamada Microsoft Mobile Oy, que passará a ser uma filial em propriedade da Microsoft. Com ele, Nokia irá perdendo a identidade com a qual já é conhecida há anos, apagando-se uma etapa na telefonia móvel para dar um passo a mais à um novo caminho sob o comando da Microsoft.