Facebook realizou mudanças em seu algoritmo para eliminar conteúdos de nossa página

Começou a batalha entre o Facebook e as empresas que publicam conteúdo só para ganhar clicks em seus sites, as que praticam click-bait e as que publicam links junto com as imagens.

Em uma nota do blog da empresa comentam que serão dois os tipos de conteúdo afetados:

Os que publicam texto com um link e uma foto

Na hora de divulgar um link podemos optar por escrever um texto, o link em questão e uma foto anexa. Isso já fez muito sucesso no Facebook, muito mais do que divulgar o link e esperar que o Facebook obtenha a miniatura e o resumo do link destino. À partir de agora não será uma boa ideia, já que no Facebook darão prioridade à segunda forma de publicá-lo, a da imagem à direita, por isso não é recomendado que se use a primeira técnica.

Quem publica fotos incompletas e solicita o click para vê-la inteira

Uma imagem publicada com textos que incitem ao click para se “descobrir algo” também será perseguida, desaparecendo das linhas do tempo dos seguidores da página.

Na imagem vemos um exemplo, algo do tipo: “não vai acreditar no que tal famoso foi capaz de fazer, click para descobrir”.

Para determinar o que é clickbait do que não é, no Facebook analisam o tempo que uma pessoa demora para sair da página de destino. No caso de ser muito pouco (é porque deve ter caído em alguma pegadinha ou em algum conteúdo de péssima qualidade), esse tipo de publicação é considerada pouco interessante, e cairá no “mundo spam” do Facebook. Também analisam os comentários, as “curtidas” e “compartilhamentos” que a publicação recebe.

Mudanças que afetam, uma vez mais, às páginas de empresas que estão no Facebook para receber visitas em seu site. Cada vez é mais difícil usar o Facebook com esse objetivo.