16.000 documentos do manuscrito de Darwin já disponíveis online para consulta

Museo Americano de Historia Natural conta atualmente com 16.000 documentos de Charles Darwin sobre a evolução humana digitalizados e disponíveis para consulta na Internet, fazendo parte do Projeto dos Manuscritos de Darwin, sendo mais da metade dos documentos digitalizados, dos 30.000 documentos que este museu espera digitalizar e disponibilizar na web em 2015.

A frente do projeto se encontra David Kohn, o qual descreve a obra da origem das espécies como “a fruta madura de um prolongado processo de exploração e criatividade científica que começou no final de sua viagem em Beagle, (…), e que seguiu o crescimento em alcance e profundidade no rigor conceitual através de numerosas etapas bem marcadas”, segundo a publicação Open Culture.

Assim, os interessados poderão consultar a teoria evolutiva de Darwin, desde a Árvore da vida em diante, através das obras que foram desenvolvidas ao longo de mais de duas décadas, e que em 2015 já se encontrarão disponíveis online para sua livre consulta através da página do Projeto de Manuscrito de Darwin, dentro do próprio site do Museu Americano de História Natural.