Confirmado: YouTube terá uma versão sem anúncios via pagamento mensal

logo youtube

Através de um email enviado aos usuários que fazem parte do programa YouTube Creators, YouTube confirmou que trabalha na implementação de um modo para gerar lucros e dividi-los com este grupo de criadores de conteúdo.

Se trata de um formato que em troca de um pagamento mensal oferecerá a quem desfrutar de tais conteúdos, os consumidores ou usuários finais, uma versão do YouTube sem anúncios.

Se apresentaria, então, como um serviço de assinatura similar ao de Spotify e ao de outros conhecidos no mundo do streaming, claro, com vídeos em vez de música especificamente. Talvez tenha mais sentido compara-lo com Netflix, e sua seção de conteúdos de variadas fontes, em troca de uma quantia mensal.

Pois bem, os lucros gerados seriam divididos da maneira que já se trabalha hoje com os anúncios disponíveis: 55% para o criador do conteúdo e a porcentagem restante para o YouTube.

Certamente, tal mudança implica na troca dos termos do serviço, por isso, no email aconselham a revisar a atualização que entrará em vigor no próximo dia 15 de junho.

No mais, mencionam as vantagens de aproveitar a monetização desta nova via de lucros que funcionará também em dispositivos móveis. Porém, não deixam claro a data do lançamento, nem quando estará disponível para o público em geral.

Vale ressaltar que não se trata do mesmo Music Key que já vem oferecendo há alguns meses – também em troca de assinaturas pagas- o acesso à completa biblioteca musical de Google Play, de forma simultânea, dentro do YouTube e seu app móvel, o acesso a vídeos musicais populares, aresentados sem anúncios publicitários; A diferença é que agora não só os artistas lucrariam mais, como também, se apresentaria para qualquer outro youtuberindependente do tipo de conteúdo publicado.

Mais informação: Bloomberg.com