Teremos menos aplicativos do Google pré-instalados em nosso novo android

Gmail, Google Maps, buscador do Google, Play Store, Google Play Games, Google Play Books, Google+… são aplicativos que já vêm instalados nos telefones android que compramos, que fazem parte de uma regra do Google que os fabricantes têm que cumprir: eles obtém o código de android (lembrando que o código é livre) e colocam o pacote Google nele, junto aos aplicativos que cada fabricante desejar incluir também.

Este “pack Google” inclui desde Gmail a Google Maps, passando por Google Play Books, Google Plus e etc, porém, parece que o conjunto de apps vai ser bastante reduzido, já que Google Play Games, Google Play Books, Google+, Google Newsstand sairão da lista dos aplicativos obrigatórios e passarão a fazer parte do mesmo grupo de Google Keep ou Google Earth: sempre atualizados, porém, só são instalados por quem quiser usá-los.

Imagen de androidsis

Em androidcentral explicam como funciona o processo de instalação de android personalizado nos fabricantes, onde indicam quais são os fabricantes que podem aumentar as apps pré-instaladas, e também quais são as operadoras as quais podem continuar incluindo aplicativos que não podem ser retirados.

Não é algo exclusivo de android, Microsoft e a Apple tem um processo semelhante com seus dispositivos, esperamos que pouco a pouco transformem estas apps pré-instaladas em sugestões, e possamos realmente ter um telefone mais personalizado, com o espaço disponível que estávamos buscando.