RankBrain, sistema de inteligência artificial usado por Google em seu buscador

Mais de 15% das buscas realizadas diariamente no Google são novas, Google nunca havia visto antes. Para poder tratá-las é preciso que o Google entenda exatamente o que está sendo perguntado, e isso nem sempre é tão simples, já que há palavras e frases que podem ser entendidas de muitas formas diferentes.

Em bloomberg.com, mostraram o que Google faz para trabalhar com esse assunto, e a Inteligência Artificial é, novamente, fundamental.

Montaje con foto de  shutterstock.com

Durante os últimos meses, milhões de consultas por segundo foram interpretadas por um sistema de inteligência artificial chamado RankBrain, segundo comentou um dos engenheiros responsáveis do Google. RankBrain utiliza inteligência artificial para transformar uma grande quantidade de linguagem escrita em entidades matemáticas (vetores), e se encontrar uma palavra ou frase desconhecida, o computador tenta interpretar com palavras ou frases que possam ter um significado similar, filtrando o resultado em consequência.

Google investe muito em sistemas inteligentes capazes de aprender constantemente, e enfrentar perguntass ambiguas é um ótimo exercício. Atualmente, RankBrain é uma das variáveis mais importantes na hora de obter resultados da base de dados do Google, a terceira, segundo indicam no artigo, por isso, ficou claro que o clássico pagerank está perdendo posições para abrir caminho para sistemas muito mais lógicos e inteligentes.

Não é a única empresa que usa Inteligencia Artificial para devolver resultados de busca, Facebook também faz isso, mas, sem dúvida, Google usar algo desse tipo, acaba afetando muito mais a todos.