Airbnb, hospedagem gratuita a refugiados

Airbnb

Brian Chesky, CEO de Airbnb, fez alguns comentários no Twitterrelacionados ao bloqueio de imigrantes firmado por Donald Trump, bloqueio que, no momento, foi anulado pela justiça durante uns dias para que os já residentes possam voltar aos Estados Unidos antes de que seja impossível faze-lo.

Nos tweets, comenta que Airbnb está realizando uma oferta gratuita para os viajantes não permitidos nos Estados Unidos, habitação gratuita aos refugiados e outras pessoas não permitidas agora nos EUA. No caso de necessitarem urgente de teto, podem entrar e contato com ele diretamente.

Leia também: COURSERA, O PORTAL DE CURSOS, LANÇA PLATAFORMA PARA REFUGIADOS

Oferecerá mais informação em breve de como funcionará o projeto, e acrescenta que não se pode permitir que os países ou os refugiados nos Estados Unidos sejam bloqueados em suas fronteiras, que o fechamento das portas divide ainda mais os EUA e é necessário encontrar maneiras de conectar pessoas, e não de separá-las.

Embora os casos mais urgentes possam entrar em contato diretamente com o CEO (o que pode gerar um grande barulho), certamente, irão oferecer recursos integrados em sua plataforma para fazer solicitações de forma organizada.

Leia também: GOOGLE CRIA EXPERIÊNCIA DE VISITA IMERSIVA PARA CONHECER OS PARQUES NACIONAIS DOS EUA

São muitas as empresas que estão se pronunciando após o fatídico acordo de Trump, depois de ter anunciado uma política de imigração que se distancia do senso comum, principalmente, se levarmos em conta que estamos falando de um país de imigrantes que cresceu, e vem crescendo cada vez mais graças à mão de obra “de fora”.