Entrevista a Felipe Coimbra, do twtapps.com

Felipe CoimbraFelipe Coimbra é um brasileiro que nasceu para criar. Já foi entrevistado no hour.ca e no MontrealGazette.com, uma das suas aplicações, o twtpoll (para realizar enquetes no twitter) apareceu no famoso techcrunch e, agora, consegui falar com ele para conhecer mais sobre seu trabalho.

– Quem é Felipe Coimbra? A que se dedica?

Eu sou originalmente de Salvador, Brasil. Em 2001 eu me mudei para os Estados Unidos aonde estudei Engenharia de Software. Ainda na Universidade eu comecei a desenvolver aplicativos web. Quando eu me formei eu comecei a trabalhar em uma empresa de consultaria e continuei fazendo os meus aplicativos nos finais de semana. No ano passado eu revolvi fazer imigração para o Canada para que eu pudesse me dedicar em tempo integral aos meus projetos. Agora eu moro em Montreal e faço aplicativos para o Twitter. Eu também organizo 2 encontros mensais para a comunidade de tecnologia em Montreal.

– Faz quantos anos que trabalha na área de Internet?

Desde 1998.

– Pode descrever as aplicações que já foram desenvolvidas por você?

O meu primeiro site for um site de analises da web, I-stats em 2004. Esse site agrega estatísticas de quem visita o seu site em tempo real.

Depois eu fiz uma rede social para o turismo, YowTRIP, que tem como finalidade conectar pessoas que estejam viajando sozinhas e estejam na mesma destinação. O site também serve como uma plataforma para que eles façam planos e troquem idéias de viagens.

E agora o meus sites atuais são Twtapps que e uma combinação de 10 aplicativos para o Twitter: enquetes, organização de encontros, viagens, cartões de visitas, criação de cupons, oferta de empregos, etc.

– Por que começou a trabalhar no desenvolvimento de aplicações para Twitter?

Na verdade foi por acaso. Eu estava trabalhando no YowTRIP e utilizando o Twitter como um mecanismo de marketing. Um dia que queria saber o que os meus “seguidores” achavam de uma nova opção no site e eu vi que não tinha uma maneira fácil e eficaz de obter essas informações. Então eu fiz o Twtpoll (o nosso aplicativo mais popular) e no dia seguinte foi comentado no TechCrunch (que e o maior blog de tecnologia do mundo). Duas semanas depois, eu tinhas mais visitas no Twtpoll do que eu tive em 1 ano no YowTRIP. Então eu resolvi parar o desenvolvimento no YowTRIP e fazer outros aplicativos para o Twitter.
card
– Qual das aplicações tem mais sucesso hoje? qual acha que terá mais sucesso no futuro?

Atualmente, o Twtpoll e o Twtvite são os mais populares. Eu acho que o twtBizCard tem um grande potencial. A nossa intenção e de substituir cartões de visitas. Então, quando todos tiverem contas com o Twitter, iPhone ou similar e acesso continuo a Internet, não tem porque continuar carregando cartões de papel. E com o twtBizCard você terá acesso a todos os cartões já recebidos.

aplicativos– Já pensou em algum modelo de negócio para elas?

Sim, tem vários modelo de negócios e, como cada aplicativo pode ser utilizado independentemente, alguns deles são específicos.

Por exemplo, eu comecei oferecendo uma versão customizada com a empresa (ou marca pessoal). Uma outra opção e oferecer serviços adicionais. Outra opção e vender licença ao software para que seja instalado no servidor próprio. E por fim, oferecer todos os aplicativos como um pacote de aplicativos para empresas melhorar sua presença no Twitter e em rede sociais.

– Em que outros projetos está trabalhando?

Somente em projetos relacionados ao Twtapps.

– Me fale 5 blog brasileiros e internacionais que você tem no seu Leitor de feeds

Eu não utilizo mais leitor de feeds. Todos os blogs que eu lia estão no Twitter, então agora eu vejo os seus blogs em minha feed no Twitter. E alguns deles são: TechCrunch, Mashable, TechVibes (Canada), MontrealTechWatch e Twitter Blog.

– Quais são os projetos da web que você mais admira?

Eu tenho conta em varias redes sociais (Orkut, facebook, LinkedIn, etc), mas não os uso com freqüência. Claro que eu uso o Twitter. Um outro que eu uso e o Meetup.com. Eu prefiro redes sociais em que você pode sair e fazer algo offline.

Um outro projeto que eu admiro e participo é o Kiva.org. E um site de micro-financiamento que ajuda empreendedores em países sub-desenvolvido, na maioria na África.