Gruda – Guia Local de Informações no Brasil

Alexandre Viveiros me apresenta Gruda, a evolução do projeto mibu, do qual falei no ano passado.

[…] nós repensamos o projeto ao longo deste tempo é chegamos a conclusão que o modelo de negócios tinha que ser diferente, focamos então em tornar o serviço gratuito para todas as empresas e lugares legais. Nos inspiramos no www.yelp.com, um dos sites de reviews mais interessantes dos EUA.

A ideia do Gruda é ser um Guia Local de Informações, um lugar para consultar quando for viajar, mas também para consultar quando precisar levar seu carro em um mecânico ou quando mudar de cidade e não tiver a menor ideia de um bom Dentista, uma boa Padaria, uma Farmácia confiável ou uma escola legal para seus filhos.

O objetivo é ser diferente dos sites de “Endereço e Telefone”, misturando vários conceitos: WEB 2.0, Crowdsourcing, Cauda Longa e Redes Sociais.

WEB 2.0: Interação entre usuários e donos de estabelecimentos no Gruda, gerando conhecimento para ambos.

Crowdsourcing: Quem melhor do que as pessoas que moram na própria cidade para postar sobre os melhores lugares para ir?

Nós estamos estudando vários métodos em que as pessoas contribuem com informações sobre os lugares e vão acumulando pontos que podem ser trocados por dinheiro ou prêmios dentro do site.

Cauda Longa: Incentivam as pessoas a postarem o que conhecem sobre suas cidades, com exemplos como pequenas lanchonetes, fugindo dos grandes Tops de outros portais.

Rede Sociais: A ideia é permitir que as pessoas se conheçam, confiram os lugares onde seus amigos já foram, troquem mais informações, etc. Tornar o Gruda um ambiente de troca de informações sobre as cidades. Esta parte ainda está sendo desenvolvida.

Com uma equipe de 6 pessoas, 1 mês oficial na web brasileira, 700 lugares cadastrados e mais de 100 lugares comentados pelos usuários do site. Podemos estar falando de uma futura lenda na nossa web.