BitTorrent apresenta o Project Chrysalis


A tendência nos últimos tempos é que qualquer aplicação tenha um caráter mais social, tendência que já aparece em BitTorrent, com sua primeira versão beta do seu Project Chrysalis, que é um redesenho completo do seu principal cliente de torrents.

A mudança não foi só no lado estético, mas uma mudança em seu funcionamento, ficando mais fácil e simples, pretendendo aumentar, assim, seu número de usuários. O serviço está tentando se tornar mais social, tirando partido de algumas características das redes sociais, além de oferecer um disco virtual para guardar arquivos na nuvem.

O último recurso que apenas foi acrescentado para o cliente BitTorrent, em sua primeira versão beta, é o canal personalizado, um tipo de função de rede que permite que os usuários criem canais para compartilhar os conteúdos que são enviados. A idéia é que, por exemplo, você possa criar um canal de uma viagem ou um casamento. Todos aqueles que são convidados para o canal podem enviar fotos e vídeos de lá. A Infra-estrutura pode tirar vantagem do BitTorrent para baixar arquivos de maneira distribuída. Os canais podem ser compartilhados por poucos, ou muitos, dependendo do que o usuário quiser.

BitTorrent, no entanto, continuará a permitir o download de outros conteúdos.