Netflix chegou ao Brasil

A Netflix, líder no serviço de assinatura de vídeos pela Internet, anunciou hoje que irá expandir sua atuação para mais de 43 países da América Latina e Caribe ainda este ano (e isso inclui Brasil!), oferecendo séries e filmes ilimitados com transmissão instantânea pela Internet para TVs e computadores, por uma baixa mensalidade. A Netflix tem transmitido conteúdo aos assinantes dos Estados Unidos desde 2007 e, desde o ano passado, também para o Canadá.

No lançamento, os assinantes Netflix do México, América do Sul e Caribe poderão assistir online uma ampla variedade de filmes e séries de TV norte-americanas, locais e globais em suas próprias TVs. A adaptação é feita por meio de equipamentos capazes de transmitir a partir da Netflix, por computadores, Macs e aparelhos móveis. Os assinantes terão a opção de acessar a netflix.com em espanhol, português ou inglês.

Os interessados na Netflix podem ir acessar o site www.netflix.com para se inscrever. Todos receberão um email da empresa quando o serviço for lançado (em breve) neste ano.

Para você saber, segue um pouco mais de informações sobre a NetFlix:

Com mais de 23 milhões de assinantes nos Estados Unidos e Canadá, a Netflix, Inc. [Nasdaq: NFLX] é o serviço de inscrição pela Internet líder mundial para desfrutar filmes e séries.

Por US$7.99 por mês, os assinantes da Netflix nos Estados Unidos e Canadá assistem online filmes e séries transmitidas pela Internet para computadores, Macs e TVs. Entre a grande base em expansão de aparelhos que transmitem a partir da Netflix estão o Xbox 360 da Microsoft, o Wii da Nintendo e os consoles PS3 da Sony; uma variedade de reprodutores Blu-ray, TVs conectadas à Internet, sistemas de home theater, gravadores de vídeo digital e reprodutores de vídeo pela Internet; o iPhone, iPad e iPod touch da Apple, assim como a TV Apple e TV Google. Ao todo, mais de 200 aparelhos que transmitem a partir da Netflix estão disponíveis nos Estados Unidos e um número crescente está disponível no Canadá.

Esperemos que no Brasil as condições sejam semelhantes…

One Comment