Publicado na Internet o mapa genético mais preciso entre os já realizados


Disponível em well.ox.ac.uk, foi realizado o mapa genético mais detalhado até o momento. Foram Cientistas da Universidade de Oxford e da Faculdade de Medicina de Harvard que criaram o novo atlas biológico, centrado na população afroamericana.

Publicado esta semana na revista Nature, é o primeiro que se constrói com dados de afroamericanos, já que até agora quase todos os mapas genéticos foram feitos com pessoas de ascendência europeia.

O mapa, entre outras coisas, ajudará a comprender enfermidades congênitas mais frequentes nos afroamericanos já que, como comentam na Agencia Sync, mais da metade dos afroamericanos portam uma versão da maquinaria biológica para a recombinação que é diferente dos europeus.

O novo mapa permitirá descobrir novos genes relacionados com patologias em todas as populações.