Chrome adiciona mais recursos de segurança às extensões

Muitos usuários já adotam Google Chrome como navegador padrão, e claro, ficam super satisfeitos quando podem instalar e usar extensões que permitem adicionar novas funcionalidades. A simplicidade, velocidade e segurança tem sido alguns dos motivos que vem encantando e seduzindo cada vez mais usuários. No entanto, o que muitos temem é o fato de que dependendo das extensões que forem instaladas, a segurança do navegador pode ser seriamente comprometida, algo que Google entendeu e já anuncia que pretende iniciar um processo de transição.

Conforme indicam no Chromium Blog, os usuarios podem continuar instalando extensões como até agora, porém por um caminho no qual as extensões terão que seguir a política de segurança de conteúdos (CSP). Para isso, já na versão beta de Chrome 18 já foi introduzida uma nova versão do manifesto de atributo em seu manifesto de extensão no qual Chrome já aplicará o CSP naquelas extensões que se atualizarem a manifest_version 2.

A política de segurança impõe uma série de restrições que os desenvolvedores devem levar em conta, comentadas no próprio artigo, e em definitivo, estas novas políticas de segurança de conteúdos nos evitará a maioria das vulnerabilidades a quais estamos ainda expostos com as extensões.