YouTube proíbe os vídeos relacionados à venda de armas

youtube-logo

Poucos dias depois de anunciar que iria começar a mostrar informação procedente da Wikipedia para lutar contra vídeos que difundem informações falsas e teorias conspiratórias, Bloomberg anuncia que YouTube irá proibir vídeos promovendo e vendendo armas.

Leia também: MAPA MOSTRA A IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE ARMAS NO MUNDO

Apesar de parecer surpreendente, até o momento não havia nenhum problema em enviar esse tipo de conteúdo ao portal de vídeos por excelência, onde diariamente os usuários reproduzem milhares de horas de vídeo. Agora, no entanto, mem mesmo poderão ser incluídos links a sites relacionados a este mercado, uma medida muito utilizada por canais dedicados ao setor das armas.

Sem dúvida, se trata de um movimento com o qual YouTube se posiciona claramente no debate sobre o controle de armas nos Estados Unidos, um tema muito falado há várias semanas.

Ao ser conhecido o posicionamento do YouTube, os partidários e entusiastas das armas reagiram à proibição mostrando seu descontentamento. De fato, alguns criadores deste tipo de conteúdo estão demonstrando a intenção de abandonar a plataforma e começar a enviar vídeos em páginas para adultos.

Leia também: GOOGLE APRESENTA UMA VISUALIZAÇÃO INTERATIVA SOBRE O COMERCIO MUNDIAL DE ARMAS

YouTube já havia dado um primeiro passo nesse sentido, há uns meses em consequência do massacre de Las Vegas. Agora, no entanto, a plataforma proibindo todos os vídeos ensinando os espectadores a modificar armas de fogo, sem dúvida, foi bem mais além.