Google trabalha no sistema para detectar intoxicação alimentar em restaurantes

google-logo-
Tudo indica que, em um futuro próximo, o Google vai poder nos alertar ao detectar uma probabilidade maior de intoxicação alimentar em certos restaurantes. Para chegar a este ponto, a empresa vem trabalhando em um algoritmo capaz de detectar a intoxicação alimentar em tempo quase real, um projeto que teve a colaboração de pesquisadores de Harvard.

O gigante tecnológico estaria testando o modelo baseado em machine learning nas cidades de Chicago e Las Vegas. O objetivo do experimento era cruzar pesquisas como dor de estômago ou diarréia com os dados salvos do histórico de localização do usuário. Dessa forma, o Google poderia relacionar o envenenamento ao restaurante visitado nas últimas horas.

Leia também: GOOGLE PERMITIRÁ GERENCIAR NOSSOS DADOS DIRETAMENTE DE SEUS PRODUTOS

Os resultados do modelo do Google são bastante interessantes. Para verificar a utilidade do modelo, os inspetores de saúde foram enviados para um determinado número de restaurantes. Especificamente, alguns desses restaurantes foram identificados como potencialmente perigosos por reclamações de clientes, enquanto outros foram identificados pelo modelo do Google (os inspetores não sabiam como cada restaurante havia sido identificado). Ao comparar os dados coletados com os das inspeções de rotina, foi possível verificar que a taxa de restaurantes inseguros detectados pelo Google foi de 52,3%, enquanto que, por meio de inspeções gerais, foi de 22,7%.

Leia também: USUÁRIO DE IOS JÁ PODE COMPARTILHAR LOCALIZAÇÃO EM TEMPO REAL COM GOOGLE MAPS

Por tudo isso, é inegável o potencial de uma ferramenta como esta, especialmente se considerarmos que não seria necessário os afetados pela intoxicação alimentar denunciarem a situação para que o Google (e, portanto, todos os clientes potenciais do Restaurante) tivesse provas da situação. Como sempre, ficaremos atentos acompanhando a evolução do projeto.