Facebook trabalha para fundir Messenger, Instagram e WhatsApp

facebook-logo
Fomos surpreendidos com uma publicação do The New York Times que alertou sobre a intenção de Mark Zuckerberg de fundir as plataformas Facebook Messenger, Instagram e WhatsApp, em uma só, embora os usuários possam continuar usando estes serviços como aplicativos independentes.

Na verdade, essa iniciativa significa um grande desafio técnico para os desenvolvedores da empresa, que devem mudar a operação do núcleo desses serviços para cumprir o objetivo declarado, estando atualmente em sua fase inicial, aguardando a conclusão até o final deste ano ou só para o início do próximo ano.

Leia também: FACEBOOK MESSENGER ADICIONA STICKERS COM REALIDADE AUMENTADA E OUTRAS FUNÇÕES DE CÂMERA

Além disso, Zuckerberg também pretende que todos esses aplicativos tenham criptografia de ponta a ponta. Atualmente, ele é implementado apenas no aplicativo de mensagens WhatsApp.

Após a fusão das infraestruturas, será possível que um usuário do Facebook venha se comunicat com um usuário que tenha apenas uma conta no WhatsApp, por exemplo.

Zuckerberg está há meses amadurecendo essa idéia e, de acordo com fontes, o seu objetivo é manter os usuários dentro do ecossistema do Facebook, permitindo o desenvolvimento de seu modelo de negócio de publicidade ou adicionar novos serviços que permita à empresa obter receita adicional.

Leia também:FACEBOOK COMEÇA A TESTAR ANÚNCIOS NOS RESULTADOS DE PESQUISA

O fato é que essa iniciativa contrasta com as promessas iniciais para manter Instagram e WhatsApp como serviços independentes, mas o crescimento de ambos tem motivado a mudança de posição do CEO da empresa. Mas também há implicações na privacidade, pois os serviços poderiam trocar informações dos usuários.