Dropbox apresenta novas soluções para aumentar a produtividade


Dropbox anunciou uma nova série de funções e recursos de seus produtos, com uma atualização sobre a estratégia e os planos futuros da empresa: eles querem reduzir a bagunça e o caos dos aplicativos comerciais para voltar o foco aos trabalhadores, ajudando os funcionários a serem mais produtivos.

O principal objetivo do Dropbox não é se tornar um disco rígido virtual, onde o caos dos discos rígidos tradicionais permanece, querem ser algo mais, um lugar que ajude a fazer o trabalho, não apenas salvar arquivos.

Para isso, têm o Dropbox Spaces  espaços de trabalho em equipe, compartilhados, que conectam coisas como arquivos, tarefas e reuniões. A empresa também anunciou que seu novo aplicativo de desktop, disponível anteriormente no modo beta, agora está disponível para todos.

O novo aplicativo da área de trabalho inclui espaços do Dropbox e vários novos recursos, como visualizações de arquivos, integração do Paper ao sistema de arquivos do Dropbox e a capacidade de pesquisar descrições gerais.

Há também uma nova funcionalidade de pesquisa de imagens que usa inteligência artificial para permitir que os usuários encontrem arquivos de imagens procurando o conteúdo. Esse recurso agora está sendo implementado para usuários do Dropbox Professional e em breve estará em Dropbox Business.

Também têm uma nova aba chamada «for you», na bandeja do sistema Windows e na barra de menus do macOS, mostrando sugestões personalizadas, como anexos de reuniões oportunas, modelos de anotações de reuniões, atividades de atividades pendentes computador e arquivos e pastas. A aba usa o aprendizado de máquina e se torna mais inteligente com o tempo, à medida que mais usuários interagem com ela.

Também há atualizações para os administradores do Dropbox Business, incluindo maior visibilidade de equipes, membros e atividades por meio do console de negócios.

A ideia é evoluir, e não ser apenas uma alternativa ao Google Drive e se tornar uma ferramenta de trabalho em equipe que vale a pena pagar. Os próximos anos serão decisivos para a empresa, isso está claro.