Criado método de modelagem digital 3d que captura o movimento humano com mais precisão


A captura de movimento tem sido uma das tecnologias mais usadas no setor de animação e videogame 3D, ao criar avatares humanos.

No entanto, essa tecnologia também entrou em outros processos, como a confecção de roupas para entender a ergonomia do cliente ou a medição do desempenho esportivo de um atleta.

Independentemente do objetivo, no momento de gerar uma simulação humana, é preciso levar em consideração os aspectos envolvidos no movimento da pessoa, bem como as mudanças exercidas pelo corpo humano em cada postura, sendo que ela possui uma estrutura macia e articulada.

Por isso, para cumprir essa premissa, o Instituto de Biomecânica (IBV) da Espanha implementou durante 2018 um novo método para a modelagem digital 3D do corpo humano. Tudo isso como parte do 3Dbody_dynamics, um projeto financiado pelo Instituto Valenciano de Competitividade Empresarial (IVACE), em conjunto com os fundos FEDER.

Parte das ações realizadas neste projeto foi a otimização dos diferentes protocolos que compõem a captura de formas 3D em movimento através de um laboratório de digitalização 4D.

No final, foi obtida uma técnica que permite modelar irregularidades e dobras geradas naturalmente nas áreas moles do corpo humano.

Entre as empresas responsáveis ​​pelo projeto estão a MLS Elebe 1992, SL, empresa dedicada à comercialização de roupas esportivas, o Institut Valencià de Recuperació Esportiva, SL, empresa com atividades voltadas à saúde esportiva e a Brainstorm Multimedia, SL.Com foco em desenvolvimento de gráficos 3D em tempo real e ferramentas virtuais.

Esperam com esta iniciativa obter grandes melhorias em relação à informações que permitam capturar com precisão os gestos e movimentos de seus usuários, até atingir um alto nível de realismo para revolucionar a indústria 4.0 e promover a modernização do ambiente de negócios.