Zipi-tools, plataforma gratuita para reparar, converter e gerenciar arquivos


A conversão de arquivos entre diferentes formatos pode ser uma tarefa constante que merece segurança e velocidade.

Zipi-tools, por exemplo, foi criado para fazer exatamente isso, embora também tenham adicionado a capacidade de revisar e reparar backups com informações importantes de uma forma super simples.

Ao entrar no site da Zipi-tools, você perceberá sua simplicidade e utilidade. A partir daí, avisam que a ferramenta serve para verificar, reparar, converter e também automatizar backups com os diferentes arquivos.

Para usar a ferramenta, é só selecionar o tipo de gerenciamento que deseja executar, reparar, controlar ou apenas converter um arquivo em formato zip, tar, tar.gz, tar.bz2, tar.bz2, tar.xz ou rar. Depois disso, é só clicar na figura do pinguim para fazer o upload dos arquivos e iniciar a verificação. Mais tarde, você encontrará as informações para continuar com o processo escolhido.

Apesar de estar na versão beta, Zipi-tools possibilita trabalhar com diferentes formatos:

– Para converter de: zip, tar, tar.gz, tar.bz2, tar.xz, jpa e rar.
– Para converter para: zip, tar, tar.gz, tar.bz2, tar.xz e rar.
– Para reparar: zip.

Se você entrar na seção de formato do site, poderá saber com quais programas cada tarefa pode ser usada.

Até o momento, a opção de automatizar pastas na nuvem ainda não está disponível, mas revelam que podem receber arquivos do Google Drive, Dropbox, S3 ou sFTP para converter e enviá-los para email ou aplicativos como o Slack.

Por outro lado, em relação aos planos, temos 3 variantes: um público gratuito, com tamanho máximo de arquivo de 50 MB e que não permite reparar arquivos; um com registro prévio gratuito, que permite fazer upload de arquivos de até 250 MB e reparar as cópias de backup; e, finalmente, um plano pago, com capacidade para carregar um arquivo de até 2 GB, opção para automatizar cópias e outros benefícios (ainda não tem um preço definido).

Por enquanto, resta apenas dizer que o serviço é uma ótima nova alternativa; portanto, é provável que ainda implementem mais formatos para compactação e gerenciamento de arquivos.