Facebook processa Namecheap por permitir domínios enganosos


Facebook anunciou que entrou com uma ação contra a Namecheap, um registrador de nomes de domínio e seu serviço de proxy, Whoisguard.

A equipe detectou que eles usavam esse serviço para registrar domínios enganosamente usando nomes de produtos e serviços do Facebook. Uma farsa para realizar golpes e ataques de phishing.

Descobrimos que o serviço de proxy da Namecheap, Whoisguard, registrou ou usou 45 nomes de domínio que representavam o Facebook e nossos serviços, como instagrambusinesshelp.com, facebo0k-login.com e whatsappdownload.site

Nomes de domínio que levam as pessoas a pensar que pertencem ao Facebook. Como mencionado no relatório, o Facebook solicitou repetidamente informações ao Whoisguard sobre esses domínios desde 2018, mas eles se recusaram a cooperar.

Por seu lado, a Namecheap também fez declarações a esse respeito, conforme registrado no Zdnet. Eles esclarecem que investigam cada relatório de abuso e o eliminam se sua veracidade for verificada. E, como no Facebook, eles mencionam que não seguem o protocolo estabelecido para esses casos:

O Facebook pode estar disposto a aumentar toda a privacidade de seus clientes em sua própria plataforma e, nesse caso, parece que eles querem que outras empresas façam isso por eles, com seus próprios clientes. Este é apenas mais um ataque à privacidade e ao devido processo para fortalecer empresas que possuem serviços como o WhoisGuard, com o objetivo de proteger a privacidade de milhões de usuários da Internet.

Não é a primeira vez que o Facebook toma medidas legais quando detecta tais situações. No ano passado, ele entrou com uma ação contra a OnlineNIC por registrar endereços que pareciam estar afiliados ao Facebook, como www-facebook-login.com, www-facebook-pages.com, entre outros 18 domínios.