Google Drive já permite atalhos para arquivos


Certamente você já deve estar familiarizado com o conceito do que é um atalho para um arquivo ou uma pasta. A ideia é criar um ícone que, quando pressionado, acesse o arquivo de destino, sem precisar saber onde ele está armazenado (a estrutura de diretórios).

É muito útil no Windows, Mac ou Linux poder colocar na área de trabalho os atalhos para o que mais usamos todos os dias, sem precisar ir para a pasta onde cada conteúdo é salvo.

Aqueles que não gostam de atalhos têm os arquivos distribuídos pelo computador, não classificados em diretórios e subdiretórios, podendo causar um caos significativo ao procurar informações.

O fato é que Google Drive implementou atalhos nos arquivos e isso pode mudar a maneira como muitos funcionam.

Dessa forma, ao clicar com o botão direito do mouse em qualquer arquivo, a opção “Adicionar atalho ao Drive” é exibida. Em seguida, ele nos pede o destino do acesso direto, sendo possível colocar o atalho nas pastas compartilhada e privadas.

Isso pode ajudar bastante na organização dos arquivos que compartilhamos com outras pessoas. Em vez de criar uma pasta compartilhada e colocar todos os arquivos dentro, podemos criar a pasta compartilhada e colocar os atalhos nos arquivos reais, para que não seja preciso mover o material original.

Nesse caso, apenas o proprietário da pasta compartilhada pode remover os atalhos incluídos nela.

No momento, a função está sendo incluída nas contas do Google Drive em todo o mundo, embora aos poucos, portanto é possível que você ainda não tenha acesso.