Facebook priorizará fontes de notícias originais nos feeds dos usuários


Nas redes sociais podemos descobrir tópicos bem interessantes, mas também podemos nos deparar com muitas informações de qualidade duvidosa e com menos transparência. Por isso, Facebook fará alterações no algoritmo dos feeds dos usuários para que, as fontes originais das notícias sejam destacadas, principalmente, as que praticam a transparência das informações.

Para fazer isso, o Facebook vem trabalhando em padrões complexos e abertos a modificações futuras, com editores e acadêmicos, para implementar essas mudanças, o que não afetará as publicações de fontes que os usuários e amigos monitoram.

Para procurar fontes de notícias originais, o Facebook examinará grupos de postagens sobre um tópico específico para tentar identificar a fonte original das notícias, um trabalho que começará com postagens em inglês e se expandirá para outros idiomas em breve.

E com relação à transparência das informações, o Facebook indica que começará a excluir publicações nas quais não mostra claramente quem está por trás das informações publicadas.

O Facebook entende que as fontes que não deixam claro quem são os profissionais por trás das postagens pertencem a produtores de conteúdo que estão atrás de cliques.

É claro que, levando em conta os riscos que alguns jornalistas podem assumir em determinadas áreas, o Facebook ressalta que essa prática começará em uma série de mercados, levando em conta o ambiente em que a mídia editorial opera.

De qualquer forma, o Facebook ressalta que essas mudanças não afetarão a maioria dos editores de notícias, embora editores e repórteres originais possam ver um aumento na distribuição de suas publicações.

Crédito de imagem: Facebook