Google Meet impedirá que usuários anônimos participem de uma videoconferência


Google Meet está adicionando uma grande atualização em sua versão dedicada à educação.

Google deseja que as reuniões educacionais tenham mais segurança e privacidade, impedindo que qualquer usuário anonimamente participe de uma videoconferência.

Isso ajudará qualquer instituição educacional a ter mais controle sobre os participantes de suas videoconferências e a realizar reuniões virtuais sem problemas. A partir desta atualização, será obrigatório que qualquer pessoa que queira participar da videoconferência faça login com sua Conta do Google correspondente. Portanto, nenhum usuário que não tenha sido convidado poderá interromper a reunião.

Embora isso não deva ser um problema, como é necessário um link de vídeo do administrador para entrar em uma videoconferência educacional, alguns alunos estavam compartilhando com conhecidos para que participassem da reunião, causando confusão.

Uma prática que já causou muitos problemas no Zoom até o serviço tomar medidas de segurança específicas. E embora Google Meet tenha melhorado visivelmente o serviço nos últimos meses, ele não concentrou a atenção nesse problema até agora, ao implementar esse recurso.

Esse novo recurso será ativado por padrão no G Suite for Education . Isso impedirá que estudantes e curiosos entrem em espaços educacionais sem serem convidados. E se qualquer grupo educacional não quiser implementar essa dinâmica, poderá solicitar uma exceção em sua configuração. Nesse caso, os administradores deverão se comunicar diretamente com a equipe do Google por meio de um dos meios de assistência.

Observe que esse recurso é dedicado aos usuários do G Suite for Education.