Um site para gravar e compartilhar gritos


Gritar é bom, relaxa, e isso não é mito, a própria literatura especializada é quem garante isso.

Inclusive essa é a proposta de lookslikeyouneediceland.com, um site da Islândia que nos incentiva a gritar e compartilhar esse momento com outras pessoas.

O site foi criado por um terapeuta e consultor de saúde mental que indica que gritar é considerado uma ferramenta terapêutica desde os anos 70. É considerado uma maneira de liberar emoções, e a resposta psicológica ao querer gritar ilumina uma parte do nosso cérebro chamada amígdala. A amígdala é ativada quando estamos sob ameaça, algo que estamos experimentamos nesses meses em quarentena.

Entre as informações que podemos encontrar no site, está a de que parte do efeito benéfico dos gritos advém da capacidade de emitir um ruído alto em um espaço amplo, aberto e imperturbável. Porém, é preciso saber como gritar corretamente:

1. Considere qual será o seu “grito”. Algumas pessoas usam volume, outras usam palavras, outras podem até usar respiração.
2. Mantenha os pés afastados na largura dos quadris, dobre levemente os joelhos. Relaxe seus ombros. Pode ser útil colocar as mãos nos quadris ou usar os braços para ajudar a remover algumas das emoções reprimidas. Siga seus instintos.
3. Imagine um bebê quando ele chora e grita. O barulho vem do útero do bebê. É daí que o grito deve vir. Se ajudar, coloque as mãos na barriga e respire antes de começar.
Este é um ponto de partida, agora já podemos gravar no site.

Podemos ouvir gritos de outras pessoas e começar a gravar os nossos para compartilhar com o mundo.