Tecnologia mostra como seriam os Imperadores


Temos esculturas e pinturas de muitos Imperadores Romanos, mas claro, não temos nenhuma fotografia que mostre como realmente eram.

Por isso, para poder conhecer os detalhes de seus rostos, temos que lançar mão da Inteligência Artificial, e já existe um projeto dedicado ao assunto.

Então, um sistema analisou centenas de moedas e esculturas, levando em consideração o grau de licença artística, dezesseis séculos após a queda do Império Romano. Usaram a ferramenta de rede neural Artbreeder, Photoshop e referências históricas, criaram retratos fotorrealistas de imperadores romanos e os postaram na internet.

O responsável é o designer Daniel Voshart, que restaurou as imagens (rachaduras, narizes, orelhas, etc.) para obter 800 imagens de bustos e ter os 54 imperadores do Principado registrados (27 aC a 285 dC). .

A tecnologia chave que permite ao Artbreeder combinar imagens de rosto de forma convincente é o que se chama de “rede adversária geradora” (GAN). Na verdade, trata-se de aprendizado de máquina, não de Inteligência Artificial, e a técnica consiste em alimentar o cérebro artificial com imagens de imperadores que ele coletou de estátuas, moedas e pinturas, e então modificar manualmente os retratos com base em descrições históricas, devolvendo-os ao GAN.

Também foram incluídas na mistura “imagens de alta resolução de celebridades”: Daniel Craig em Augusto, André o Gigante em Maximinus Thrax e outros.

Quem quiser, pode ver o resultado no voshart.com, onde é possível ver a imagem do topo em tamanho grande e até mesmo pedir um pôster para pendurar em casa.