Microsoft Edge trará videochamadas gratuitas de até 24 horas


Microsoft Edge, baseado em Chromium, desde seu lançamento no início deste ano, tem escalado rapidamente posições até se tornar o segundo navegador mais popular atrás do Chrome.

Por trás desse sucesso está o trabalho contínuo da Microsoft, que não parou um só momento, e graças a isso agora chegam novos recursos. Um dos mais importantes, frequentemente solicitados, é o suporte para índice de documentos PDF. Assim, a nova versão do Edge começará a suportar o índice para permitir que os usuários, especialmente usuários de negócios, acessem qualquer ponto de arquivos PDF diretamente.

A nova versão do Edge também integra como padrão sua nova ferramenta de captura de tela, facilitando aos usuários a captura de tudo que lhes interessa de um site, podendo inclusive fazer uma captura completa da web, podendo salvá-las ou compartilhá-las.

Mas, o mais interessante é, sem dúvida, a integração do Skype ao longo deste mês, para oferecer a partir das home pages um botão chamado Clicking Meet Now, que gera um link de convite que permitirá aos usuários convidar até 50 contatos mais para uma sessão de videochamada, sem a necessidade de cadastro ou download do aplicativo, podendo chegar a no máximo 24 horas, competindo fortemente com o Zoom e o Google Meet em um ano fortemente dominado por videochamadas.

Assim, a Microsoft tenta competir oferecendo a maior capacidade de tempo possível gratuitamente contra os dois rivais mencionados, que estão principalmente empenhados em acomodar mais participantes nas sessões.

O melhor de tudo é que a Microsoft está tentando impulsionar as chamadas com vídeo do Skype em outros de seus produtos, prometendo sua chegada também no Outlook na web e na barra de tarefas do Windows nas próximas semanas.

A guerra das videochamadas continua quente, gerando uma forte concorrência neste sector, que vem sendo de extrema importância nesses tempos de pandemia.

Por fim, todas essas novidades poderão ser desfrutados por usuários privados e usuários corporativos, ajudando Edge a fortalecer sua posição no mercado como a melhor alternativa atual ao Chrome.