Um diário online que cria músicas com nosso texto


Existem muitas soluções na web que nos permitem manter um diário pessoal. O funcionamento de todas elas é muito parecido: escrevemos e salvamos tudo com uma senha, com uma chave digital que evita que nosso diário seja lido por outras pessoas.

De todos os aplicativos dedicados à tarefa, sem dúvida, um chama muito a atenção.

Este é Dear Diary AI, onde uma inteligência artificial irá converter nosso texto em uma música baseada em nossa emoção.

Em sua descrição, comentam:

Queremos que você mantenha um diário e se sinta melhor. Estudos mostram que o registro no diário aumenta a atenção plena e alivia o estresse, a ansiedade e a depressão. Também queremos ajudar a criar música. Assim como manter um diário, os benefícios da criação musical para a saúde mental são bem documentados. E a música é incrível.

É um projeto de código aberto, disponível neste link, e seu funcionamento se baseia no seguinte:

– Análise de sentimento: conforme digitamos cada palavra, nosso sentimento é analisado e usando a popular biblioteca de processamento de linguagem natural VADER.js. Isso retorna uma pontuação de predição de -1.0 a +1.0, que interpretam como sentimento do negativo a positivo.

– Magenta Music Creation: Usam o modelo Magenta MusicVAE pré-treinado do Google para interpolar entre duas melodias previamente compostas, uma alegre e uma triste, criada por Devin Lane, que tem experiência em composição musical e educação. Conforme você digita, o aplicativo cria novas músicas no espectro de emoções alegres, neutras e tristes com base em sua análise de sentimento.

– Design minimalista e relaxante. Animam uma árvore SVG com folhas e pássaros cobrindo partes da imagem com quadrados brancos removidos dinamicamente conforme o usuário digita.

– Alegria e criatividade: usam ovos de Páscoa para estimular a alegria e a criatividade. A música muda com pontuação, caracteres especiais, letras maiúsculas e exclusão.

O resultado é salvo com o Google Firestore, para que os usuários possam salvar, compartilhar e reproduzir a música exata que criaram.

Sem dúvida, uma ideia extremamente interessante.