Amazon lança Healthlake, plataforma para armazenar e analisar dados de saúde


Ainda dentro do tema saúde… veremos que continuam surgindo alternativas para captar dados relacionados à saúde do nosso corpo, muitas vezes, dados críticos necessários para realizar diagnósticos profissionais.

Em alguns países já existem soluções que monitoram os dados de saúde das pessoas e os compartilham com os profissionais médicos, por isso, é cada vez mais importante projetar “nuvens” que armazenem essas informações com segurança.

Com isso em mente, a Amazon resolveu lançar o HealthLake, uma plataforma para armazenar e analisar dados de saúde.

É um serviço que permite que as organizações armazenem, transformem e analisem informações na Amazon Web Services. HealthLake pode compreender e extrair automaticamente informações médicas, incluindo regras, procedimentos e diagnósticos, em tempo real.

Atualmente, essas informações são distribuídas em diversos sistemas, como sistemas eletrônicos de laboratórios médicos, por exemplo, e geralmente não são estruturados. São notas clínicas por um lado, relatórios e formulários por outro, sinistros por outro, varreduras de imagens por outro… tudo deve estar preparado e estruturado para que as análises possam começar.

HealthLake permite que os clientes apliquem inteligência a centenas de milhares de pontos de dados em diferentes formatos. Ele entende a linguagem natural e é capaz de identificar se um medicamento foi prescrito corretamente a um paciente, extraindo informações de sistemas de monitoramento de glicose no sangue, notas médicas, formulários de seguro e relatórios de laboratório.

A Amazon conduziu uma demonstração onde o HealthLake é usado para identificar um subconjunto de pacientes com diabetes não controlado e ajustar os tratamentos para evitar complicações sérias.

O lançamento do HealthLake ocorre um ano após a Amazon apresentar o Transcribe Medical, um serviço projetado para transcrever o discurso médico para a equipe clínica em ambientes de cuidados primários.

Quem se interessar, pode saber mais sobre o projeto em press.aboutamazon.com.