Gmail começa a permitir a edição direta de arquivos do Office anexados


O Gmail está começando a introduzir a edição direta de arquivos do Microsoft Office anexados a mensagens de e-mail, ignorando o download anterior de arquivos no Google Drive para edição.

Essa novidade já está sendo implantada há alguns dias na maioria das edições do Google Workspace e G Suite, sem no momento qualquer menção a usuários de contas privadas do Google, embora, provavelmente também acabe chegando da mesma forma que outras notícias inicialmente anunciadas para usuários de negócios e outras organizações.

Lembre-se de que o Google Drive já tinha suporte para arquivos do Microsoft Office há algum tempo e, até agora, a única coisa que era permitida no Gmail era a exibição direta de arquivos do Office anexados às mensagens.

O mais interessante é que as edições ou modificações feitas nestes arquivos não irão alterar seus formatos originais, de modo que no Gmail será possível, até mesmo, responder às mensagens recebidas com os arquivos Office modificados em seu formato nativo.

Isso, obviamente, irá agilizar os processos em colaboração com colegas e pessoas externas. Mas, além dessa novidade interessante, vem um novo add-in para o Google Workspace que irá facilitar a conversão de macros de arquivos Excel (arquivo de planilha do Microsoft Office) em planilhas do Google.

Por fim, os usuários do Google Workplace terão suporte do Google Docs para orientações de páginas mistas em documentos do Word, para poder alternar entre páginas verticais e horizontais, bem como a possibilidade de trazer imagens e marcas d’água em textos de documentos, embora este chegará no próximo ano.

Não há dúvida que com estes avanços, se reduz paulatinamente a brecha existente na hora de trabalhar com arquivos de escritório de ambas empresas, aumentando a interoperabilidade entre os mesmos, evitando incômodos e outros prejuízos na realização de projetos e colaborações onde os as partes não usam os mesmos aplicativos.

Resta apenas estar disponível para usuários privados também.