Tiktok começará a exibir anúncios com base na atividade do usuário


TikTok começará a implementar uma nova dinâmica a partir de abril. Essa alteração pode afetar a experiência do usuário, pois prevê a exibição de publicidade personalizada por padrão.

Embora os anúncios personalizados já sejam uma opção na plataforma, a partir do próximo mês as configurações serão alteradas automaticamente nas contas.

Até agora, a publicidade exibida por padrão na plataforma é baseada nas configurações do usuário, mas são anúncios gerais e não personalizados. Ou seja, a atividade do usuário não é levada em consideração, nem dentro nem fora da plataforma. Mas isso irá mudar.

TikTok já está avisando aos usuários que a partir de 15 de abril as mudanças serão aplicadas à forma como a publicidade é exibida, uma vez que os anúncios personalizados serão habilitados automaticamente. Sim, anúncios personalizados com base na sua atividade, conforme mencionado no Mashable .

Portanto, a partir de sua atividade e interação no TikTok, você verá diferentes anúncios de produtos e serviços que os anunciantes acham que podem interessar a você e levar a uma compra. E como a mensagem do TikTok menciona, essa nova dinâmica de parceria com anunciantes ajudará a manter a plataforma gratuita.

Embora essa dinâmica seja implementada automaticamente, os usuários poderão controlar se desejam ou não que este sistema de publicidade permaneça como a configuração padrão em suas contas. Portanto, o TikTok continuará permitindo que os usuários escolham o sistema de publicidade atual, se desejarem.

Uma opção que você pode alterar após 15 de abril nas configurações do TikTok. Para isso, basta acessar Configurações e Privacidade >> Privacidade >> Personalização e dados. Nesta seção, você encontrará que “Anúncios personalizados” estão disponíveis.

Se não deseja que sejam implementados em sua conta, basta desabilitar a opção para que só mostre anúncios sem personalização. E você verá que ao desativar esta opção, a segunda opção “Anúncios de redes de publicidade terceirizadas” também será desativada.