Tecnologia ajudará a sincronizar os lábios dos atores na hora da dublagem


Quando vemos um filme dublado em português, geralmente sofremos de vários problemas. Por um lado, é ouvir uma voz diferente de atores famosos, o que pode ser as vezes meio estranho, mas o pior é ver como a boca se move e o som que sai não corresponde a isso.

Sincronizar os lábios com a linguagem dublada é o objetivo de um novo projeto que utilizará uma tecnologia semelhante à utilizada nos deepfakes, tecnologia que movimentará digitalmente os músculos do rosto para que tenham uma melhor sincronização com o que está sendo ouvido.

Isso será feito com um programa chamado TrueSync, capaz de analisar o movimento da boca do ator e registrar como ele se move a cada som. Isso cria um duplo digital que moverá os lábios de maneira diferente dependendo dos novos sons gravados.

A mágica está em registrar todas as nuances da atuação do ator, pois é importante que tudo seja natural, que o rosto não tenha uma careta que o ator jamais faria.

Em um vídeo postado por gizmodo, podemos ver um exemplo de como isso foi alcançado com Tom Hanks falando japonês.

Embora a ideia seja boa, vários problemas se destacam:

– Nem todos os atores querem ver seu rosto alterado digitalmente, aparecendo diferente em cada país.
– O custo da dublagem, que já é caro, aumentará drasticamente se um processo dessas características tiver que ser realizado em cada face de cada filme dobrado.

Seja como for, nunca deixamos de nos surpreender como os deepfakes estão sendo usados cada vez mais no dia a dia, e não apenas para trapacear e fazer piadas.