Google impedirá que aplicativos rastreiem o que fazemos no seu celular


Google planeja implementar uma dinâmica semelhante à da Apple com sua Transparência de rastreamento de aplicativos, para dar aos usuários mais controle sobre esse rastreamento.

E para fazer isso, atualizará o Google Play Services com um novo sistema que impedirá os aplicativos de rastrear a atividade do usuário além de seus próprios serviços.

Para fazer isso, é só acessar as configurações do seu celular Android, até Google >> Serviços >> Anúncios, e verá a opção “Desativar anúncios baseados em interesses”. Se desativá-lo, você instruirá os aplicativos a não usar seu ID de publicidade para exibir anúncios personalizados.

No entanto, esse controle não está completo e eles ainda podem acessar esse ID de publicidade. Mas o Google planeja mudar este sistema:

A partir do final de 2021, quando um usuário for excluído da publicidade com base em interesses ou da personalização de anúncios, o identificador de publicidade não estará disponível. […] Qualquer tentativa de acessar o identificador receberá uma string de zeros ao invés do identificador.

Assim, o ID ficará oculto dos aplicativos, evitando qualquer tentativa de rastrear sua atividade em outros aplicativos. Em uma primeira fase, esse novo sistema será implementado nos apps Android 12 em 2021 e, em seguida, será estendido aos demais apps em 2022.

Embora ainda não tenham dado muitos detalhes sobre este novo sistema no Android, não parece que adotará a mesma modalidade da Apple, o que torna mais fácil evitar o rastreamento individual do app. Neste caso, a medida de anti-rastreamento será aplicada a todos os aplicativos quando o usuário desabilitar a opção de anúncios personalizados.

E esta é apenas uma das medidas que o Google anunciou para dar aos usuários mais controle sobre a atividade dos aplicativos. Por exemplo, todos os aplicativos publicados no Google Play em 2022 terão a obrigação de informar os usuários sobre o tipo de dados que coletam e como os utilizam.