Telegram testa nova ferramenta para compartilhar tela em videochamadas


Telegram está testando vários recursos interessantes em seu novo beta.

Ele estende novas funções para chamadas de vídeo e adiciona opções para que os usuários controlem a velocidade dos vídeos e gerenciem o histórico dos bate-papos.

Um dos recursos que está sendo testado no novo beta do Telegram é a capacidade de compartilhar a tela em uma chamada de vídeo entre dois usuários. Sim, assim como nas videochamadas em grupo.

No entanto, existem algumas diferenças no processo de ativação desse recurso. Durante as videochamadas em grupo, é necessário apenas pressionar Compartilhar tela e dar as permissões necessárias; nas videochamadas com outro usuário, algumas etapas são necessárias.

Neste momento, para ativar esta função é necessário iniciar a videochamada, a seguir selecionar “Parar vídeo” e ativar novamente para que apareça a opção. Quando isso acontece, o Telegram apresenta as opções de compartilhar a tela do celular, podendo escolher entre a câmera frontal ou traseira do aparelho.

Se você optar por compartilhar a tela, verá um lembrete alertando que a outra pessoa verá tudo o que aparece na tela, até mesmo notificações. E claro, sempre que esta função estiver ativa, você verá a mensagem “Você está compartilhando a tela” para evitar problemas e distrações.

Esta é a dinâmica que apresenta no momento na versão beta, então o Telegram pode alterá-la antes de lançar a função em qualquer uma das futuras versões estáveis ​​do aplicativo. Por outro lado, o novo beta também está testando a possibilidade de alterar a velocidade de reprodução dos vídeos.

Tal como acontece com os áudios, Telegram adiciona opções para que os usuários possam reproduzir vídeos em diferentes velocidades, variando de muito lento (0,2x), lento (0,5x), normal (1x), rápido (1,5x) a muito rápido (2x). E como bônus, no beta você verá uma boa opção ao deletar o histórico do chat. Você não só encontrará 24 horas ou uma semana como um período de tempo, mas também a possibilidade de deletar até um mês do histórico.