Google Classroom adiciona novos recursos para videoconferência


O Google está adicionando novos recursos para tornar a videoconferência do Meet no Classroom mais segura e fácil de gerenciar.

Para fazer isso, a equipe do Google levou em consideração uma série de situações comuns que surgem ao criar videoconferências como parte de aulas virtuais.

Todas as novidades anunciadas pelo Google têm o objetivo de facilitar o gerenciamento das videoconferências, para garantir que sejam seguras e qualquer inconveniente possa ser previsto. Por exemplo, um dos novos recursos permite que os professores assistentes sejam co-organizadores da reunião automaticamente.

Dessa forma, não terão que passar pela configuração para atribuir esta função, e poderão ajudar no gerenciamento de videochamadas. E, ao mesmo tempo, podem iniciar a reunião sem a necessidade da presença do professor principal na videochamada.

Por outro lado, várias modalidades estão sendo adicionadas que impedirão os alunos de entrar nas reuniões sem permissão, ou pessoas não convidadas, de entrar sem autorização. Por exemplo, os alunos nunca poderão participar de uma reunião antes do professor, independentemente de terem o link do Meet.

Se o professor se atrasar, os alunos serão encaminhados para uma sala de espera até que ingressem na reunião. Assim, os alunos nunca se verão em uma videochamada sem a supervisão adequada. Por outro lado, uma nova opção de moderação também foi adicionada para evitar que convidados, que não correspondam à turma, participem da reunião.

Caso seja detectado que o convidado não consta da lista da turma, deverá solicitar autorização para participar da videochamada. Nesse caso, terão que solicitar a adesão, cabendo ao professor decidir se aceita, ou não, o pedido de adesão.

Esses novos recursos se somam aos demais recursos do Google Classroom que ajudam a manter a segurança em diferentes ambientes educacionais.