Raya, o aplicativo de namoro exclusivo para celebridades


Buscar namoro pela Internet não é novidade. Dos antigos portais que surgiram tempos atrás, o conceito prevaleceu, mas evoluiu para as plataformas e aplicativos que conhecemos ultimamente, entre os quais o Tinder, o mais popular atualmente.

O leque de alternativas que oferecem este tipo de serviço digital tornou-se bastante diversificado, a tal ponto que já é possível encontrar aplicativo voltado para um nicho muito fechado e específico: as celebridades.

Nas plataformas de namoro mais comuns, assim como nas redes sociais, algumas pessoas – por lazer ou alguma intenção maliciosa – registam-se com perfis falsos utilizando a identidade de uma celebridade.

Coberto de muita discrição, pelo menos, no início, Raya foi lançado em 2015 como uma alternativa aos aplicativos de namoro usados ​​massivamente, mas com uma abordagem muito mais elitizada. Definido como uma “comunidade baseada em associação online para namoro, networking e fazer novos amigos”, seu download está disponível apenas para iOS através da App Store.

Para entrar, você deve enviar um pedido de registro na plataforma. A aprovação ou rejeição do registo depende, por um lado, da influência que o requerente exerce no Instagram, que é calculada por um algoritmo secreto da candidatura; e por outro lado, o voto de um comitê anônimo também influencia, que avalia sua popularidade e outros aspectos.

O tempo de aprovação é relativo e uma vez especificado, é notificado através do mesmo aplicativo. Uma vez aceitos, os membros têm a opção de adquirir uma assinatura com renovação automática por 7 euros por mês, com ciclos de faturamento de 1,3 ou 12 meses.

Em pouco tempo, a presença de certas celebridades na plataforma era conhecida, como Cara Delevingne, Ruby Rose, Sharon Stone, Alexander Wang, Moby, John Cusack, Patrick Schwarzenegger, Teri Hatcher, Elijah Wood e Zach Braff, segundo observado em 2016 por Nylon

Raya afirma levar a sério a privacidade de seus usuários e penaliza com bloqueios, a transmissão de informações do app, principalmente, por meio de capturas de tela.

Além dessas figuras públicas já citadas, The Cut apontou que modelos, designers de moda, influenciadores, atletas olímpicos, YouTubers, chefs famosos, executivos da indústria musical, fotógrafos e outras pessoas populares no Instagram também se cadastraram nesta plataforma.

No mais, ao menos, de acordo com o que foi divulgado, neste aplicativo ao “trocar mensagens” com uma pessoa famosa, dificilmente, correrá o risco de estar em contato com um perfil falso.