Apple Music já está disponível na plataforma Roku


O serviço de streaming Apple Music continua a se expandir para outras plataformas.

Agora, por meio da plataforma Roku, é possível acessar oficialmente esse serviço de streaming de música.

Foi-se o tempo em que o Apple Music se delineava como um serviço exclusivo para o ecossistema de dispositivos da mesma marca. Atualmente, também é possível acessar este catálogo musical a partir de celulares Android, PlayStation 5, web, em televisores Samsung e LG, bem como em alto-falantes Google, Amazon ou Sonos.

A esta lista de plataformas oficialmente suportadas, uma nova está integrada: Roku. Dessa forma, o Apple Music agora é acessível a partir de players Roku, televisores que integram diretamente seu sistema operacional (como Hisense e TCL) e produtos de áudio pertencentes à mesma família de dispositivos.

Através desta plataforma, o Apple Music está disponível em todo o mundo. Para instalá-lo, você deve baixá-lo na Roku Channel Store.

Aqueles com uma assinatura ativa do Apple Music podem acessar o aplicativo com suas credenciais de login existentes. Novos usuários podem se inscrever e assinar o serviço do Roku, acessando um teste gratuito de um mês.

A aparência do Apple Music no Roku é idêntica ao que já é conhecido em seu aplicativo para Apple TV. A partir desta instância, é possível pesquisar e reproduzir músicas, álbuns e listas de reprodução do catálogo geral ou de sua própria biblioteca pessoal. Além disso, o aplicativo também oferece acesso ao restante do conteúdo oferecido, como a oferta de videoclipes em 4K, áudio sem perda de qualidade nas músicas, letras sincronizadas na tela, estações de música selecionadas e ocasionalmente, originais e exclusivos shows da plataforma.

O serviço herdeiro do iTunes no campo do streaming, que atualmente concorre com o Spotify e o YouTube (no campo da música), hoje faz parte de um leque muito mais amplo de opções. Por esse motivo, a expansão do Apple Music para outra plataforma popular, como o Roku, hoje, amplia ainda mais o alcance potencial de seu catálogo de mais de 90 milhões de músicas e 30.000 playlists criadas por curadores especializados.