Windows 11 está adicionando novos recursos de acessibilidade


A equipe da Microsoft introduziu novos recursos para o Windows 11 para fornecer uma experiência mais inclusiva.

Alguns recursos são novos e outros são só atualizações, mas que prometem melhorar sua dinâmica. 

Uma das novidades que chegará ao Windows 11 é voltada para pessoas com TDAH. Eles introduziram uma nova experiência Focus, que implementa uma série de dinâmicas que os usuários podem usar para suas sessões de concentração.

Uma função integrada ao aplicativo Windows Clock e que nos permitirá manter sob controle todos os detalhes que nos incomodam quando queremos concentrar, por exemplo, as notificações. Seguindo a mesma dinâmica que já conhecemos das “Focus Sessions”, teremos um timer e ele poderá ser integrado ao Spotify.

Por outro lado, a Microsoft também mencionou uma dinâmica que já está disponível no Windows Insiders: legendas ao vivo. Um recurso que as pessoas com problemas auditivos poderão ativar quando reproduzirem vídeos de seus computadores com Windows 11.

Ao contrário da maioria dos sistemas de legendas, a Microsoft nos permitirá movê-los para que possam ser lidos sem problemas e sem afetar a exibição do conteúdo. E, claro, também podem ser personalizados usando diferentes tamanhos, fontes e cores.

As legendas ao vivo no Windows 11 aproveitam o reconhecimento de fala de última geração enquanto permanecem completamente locais no seu dispositivo. Isso significa que, uma vez configurados, estão sempre disponíveis, sem conexão com a Internet; responda instantaneamente

A equipe da Microsoft também concentrou sua atenção em facilitar a interação de pessoas com mobilidade reduzida com o Windows 11. E para isso, será habilitada uma nova dinâmica de acesso por voz. Você só precisará seguir algumas etapas, começando com o download de um modelo de voz para configurar o reconhecimento de fala em seu computador. E então, será necessário definir um determinado microfone e percorrer a lista de comandos.

Outro aspecto que está sendo melhorado tem a ver com o narrador e uma atualização para ter “vozes naturais”, que permite ouvir o conteúdo sem que a voz soe tão robótica.